Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Um debate sobre os passos para o Sul avançar

Deputados falam sobre investimentos em transportes e incentivos fiscais
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/07/2019 - 09:05Atualizado em 26/07/2019 - 11:27
(foto: Erik Behenck)
(foto: Erik Behenck)

Quais medidas devem ser tomadas para que o Sul consiga avançar em direção ao crescimento? Para debater o assunto, o Programa Adelor Lessa recebeu a deputada federal Geovania de Sá (PSDB), os deputados estaduais Rodrigo Minotto (PDT), Jessé Lopes (PSL) e Ada de Luca (MDB), além do presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin.

“Nós precisamos dar prioridade para a Serra da Rocinha, que era em 2018, passou para 2019 e ficará para 2020. Nós temos fragilidades muito grandes e precisamos ver como unir estas coisas”, destacou Geovania de Sá. “A Serra da Rocinha e o Porto de Imbituba nós podemos discutir junto aos ministérios. Temos que trabalhar juntos e integrados”, completou.

Foto: Denis Luciano


Moacir Dagostin também lembrou a importância dos transportes. “Tivemos uma reunião ontem no Porto de Imbituba, que precisa ser alavancado, assim como Itajaí foi. Itajaí não tem como estar em segundo lugar se não for com os nossos produtos, que vão para lá e geram o ICMS. Esse imposto é nosso e tá ficando em Itajaí”, frisou.

Para Ada de Luca, é necessário ter um líder, que possa fazer o planejamento ser colocado em prática, disse ainda é preciso conhecer o passado. “Nós temos que voltar na história para poder entender melhor essas situações vigentes, eu só acredito na união e no trabalho”, disse.

Foto: Denis Luciano


Os incentivos fiscais

Jessé Lopes acredita que é preciso tratar sobre os incentivos fiscais. “Eu não consigo falar de economia sem falar dos incentivos fiscais. O que mais colabora com a economia é baixar impostos. É preciso dar mais liberdade econômica para o cidadão trabalhar e produzir”, disse. Pensa ainda que segmentos iguais devem ter os mesmos inventivos no estado inteiro.

Foto: Denis Luciano


Rodrigo Minotto lembrou que é necessário um planejamento, com a criação de um conselho de desenvolvimento econômico. “Não adianta falar apenas de incentivos, porque é preciso pensar no conjunto. É necessário conferir a capacidade de produção, de consumo e a qualificação da mão de obra”, afirmou o deputado.

Foto: Denis Luciano