Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Um carro vendido, uma árvore plantada. Vereadores reprovam

Detalhe curioso da pauta, o alerta de um vereador sobre pedido de voto que acabou vazando no microfone
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 18/03/2019 - 23:08Atualizado em 18/03/2019 - 23:14
Divulgação
Divulgação

A sessão da Câmara transcorria com normalidade na noite desta segunda-feira, até que entrou em pauta um projeto de lei de autoria do suplente de vereador Diego Goulart (DEM) - que reassumirá uma cadeira temporariamente nesta terça-feira no Legislativo -. No PL, Goulart previa obrigar concessionárias de veículos de Criciúma a plantarem uma árvore para cada carro zero quilômetro vendido.

A discussão andava - sem o autor em plenário, afinal ele segue suplente - até que, a certa altura, o vereador Tita Belloli (MDB) pediu uma interrupção da sessão para conversar com os colegas. Nesse momento, quem estava assistindo pela internet a transmissão da TV Câmara conseguiu ouvir parte do diálogo, já que o microfone ainda não estava desligado. Naquele instante, Tita lembrou aos colegas "que as concessionárias pediram para que os vereadores votassem contra o PL".

Feita a votação, o pedido se confirmou. Dos 15 aptos ao voto, 11 foram contrários, conforme o placar abaixo. Houve dois votos a favor e duas abstenções. O vereador licenciado Allison Pires (PSDB) - que dará lugar a Diego Goulart a partir desta terça - consta como em ausência justificada e o presidente Miri Dagostin (PP) só vota em casos de empate.

(Colaboração: Bruna Borges)