Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Eleições 2020

Turismo, mobilidade, tecnologia e endividamento nas pautas de Içara

Pré-candidatos a prefeito de Içara, Alex Michels e Arnaldinho Lodetti, participam do debate da Rádio Som Maior
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Içara, SC, 25/09/2020 - 08:20Atualizado em 25/09/2020 - 10:24
Fotos: Marciano Bortolin / 4oito
Fotos: Marciano Bortolin / 4oito

A primeira pergunta do debate entre os pré-candidatos de Içara foi feita pelo jornalista Adelor Lessa: Içara cresce todo dia, cresce em índices muito acima da média da região da Amrec e do Estado. Cresce sob o ponto de vista econômico com empresas, negócios, geração de emprego e renda. Na rodovia SC-445, Rodovia Paulino Búrigo, temos dois atacarejos inaugurados há pouco, temos a maior unidade da Librelato, escritório central do Giassi, maior loja da rede Delupo em breve, comércio de Içara. A rodovia congestionada quase todo o tempo, e não vai demorar muito, vai trancar tudo. Isso pode comprometer o desenvolvimento de Içara?”, questiona Adelor.

Pelo sorteio, Arnaldo Lodetti (MDB), foi o primeiro a responder. Para ele, a SC-445 já demanda de um estudo de viabilidade de transformá-la em uma grande avenida de integração de Içara. “Já foi iniciado pelo prefeito Murialdo Gastaldon, do qual fui secretário de Planejamento, e lá nos idos de 2018 buscamos consultas de viabilidade para transformar a SC-445 em uma avenida de integração de Içara. A avenida tem que ser pensada para o futuro do nosso município, em virtude de que é por ali que passam 22 mil veículos e a cidade de Içara precisa utilizar aquela via, aquele espaço para trazer riqueza e progresso. Acreditamos que ela será uma grande avenida de turismo comercial e nós temos de dotá-la de ciclovias, passeios, área de estacionamento, iluminação e se possível integrar o sistema de transporte coletivo ligando Içara até o Balneário Rincão por essa grande rodovia que teremos que fazer na próxima gestão", respondeu Lodetti.

Na sequência, o pré-candidato, Alex Michels (PSD), responde o mesmo questionamento. "O candidato Arnaldo já colocou as condições, aqui imagino que temos algumas das propostas, embora a vedação eleitoral não nos permite dizer como fazer, algumas ideias nós temos. Além da parte do asfalto, nós temos aqui uma possibilidade de discutir duas hipóteses. Fazendo transferência de impostos e gestão privada para ter em pouco tempo uma SC duplicada", salientou.

Ainda no primeiro bloco, os candidatos responderam perguntas dos jornalistas da Rádio Som Maior e do Portal 4oito. O primeiro questionamento foi do jornalista Marciano Bortolin e o tema foi o turismo. Pelo sorteio, Arnaldo Lodetti respondeu. “Nós iniciamos de uma maneira mais forte a pensar no turismo de Içara, a cidade que é Capital Catarinense do Mel, que tem muito turismo na agricultura para ser feito, turismo agrícola. Temos a Rota do Açoriano, um espaço onde podemos aproveitar o turismo em Içara. Além de nós imaginarmos que nosso município tem que ter a criação de pontos de turismo. Imaginamos que na região da Fazenda Guglielmi, nas margens da BR-101, um parque em parceria com empresas em PPP, traremos para ali um grande parque para trazer turistas para Içara, aproveitando todo o corredor da BR-101 onde tem uma mata atlântica preservada, de aproximadamente 250 hectares de mata virgem, e temos todo um espaço para explorar. Ali naquela área imaginamos incrementar nosso turismo, além de acentuar o turismo religioso, que nosso município tem com a vinda do santuário na região da Segunda Linha. É muito importante ter a distribuição do turismo ecológico, para visitações em nossos parques e produção de morango, parque de produção de tomates”, disse Lodetti.

Na sequência, o jornalista Denis Luciano direcionou a sua pergunta aos postulantes ao cargo. O questionamento é sobre o endividamento do Município. "Temos que deixar claro o que é endividamento e o que são empréstimos para obras. Içara tem capital para empréstimos, tem um prefeito arrojado que fez isso e está pagando em dia as parcelas. O próximo prefeito de Içara já tem ali mais de R$ 13 milhões em empréstimos aprovados. Aquele que disser que não quer, que assine um termo de compromisso. Esses financiamentos feitos por Içara foram frutos de uma capacidade extraordinária de nossos líderes em buscar recursos. Muito diferente de 2008, quando finalizou uma gestão na qual Arnaldo e Dalvânia faziam parte, quando o prefeito vendeu as contas e usou os recursos para pagar a folha, causou improbidade administrativa. Sobre a folha, a gestão de 2012 pegou uma folha em torno de 53 a 54% da receita. E finalizou no ano passado, com comprovação pelo Portal da Transparência, com 48% de gastos. Uma das ideias que devem ser sempre colocadas é a gestão eficiente e, claro, quanto mais fizer isso melhor, sobre mais dinheiro para o cidadão", falou.

A jornalista Pity Búrigo também pergunta. "Tecnologia, como o candidato pode se utilizar da tecnologia para aproximar o cidadão içarense dos serviços prestados, visto que algumas cidades de Santa Catarina já oferecem a resolução de burocracia de maneira online, matrículas em escolas, agendamento médico, certidões, etc". 

Arnaldo Lodetti responde: "As cidades tem que vir para essa modalidade da tecnologia, usar tecnologia para facilitar a vida do cidadão. Nós temos o nosso programa que vamos apresentar para a sociedade. Queremos que o cidadão tenha as informações e a cidade na palma da mão. A tecnologia vai servir para ter mais transparência, para que o cidadão tenha a condição de marcar e desmarcar. A tecnologia vai servir para os controles diários, precisamos ter controles eficientes em busca de a cidade ter mais receita, a tecnologia tem que servir para termos nossos eventos convocados pelo cidadão, para que o cidadão possa dar a opinião sobre obras, a cidade precisa ter uma relação grande com a tecnologia, na questão da segurança. Temos que usar a tecnologia para nos ajudar, será parte importante no próximo governo. Temos convicção de que na tecnologia a cidade vai evoluir, com a tecnologia a cidade vai construir cada vez mais benefícios", afirmou.

O jornalista Arthur Lessa encerra o bloco. "Içara tem uma situação invejável para a maioria das cidades, o litoral ao lado, a BR-101 está em Içara, Içara tem ferrovia, tem um porto ao lado, em Imbituba, Içara tem o cenário perfeito para o desenvolvimento econômico. Muitas ideias surgem em Içara. Há criatividade na cidade e região. Mas ideias por ideias não tem resultados, o que falta para que ideias virem projetos, que virem negócios, e o que falta para Içara trazer grandes negócios e empresas, melhorando a economia da região?", questionou.

A resposta é de Alex Michels. "Essa é uma possibilidade que Içara já tem, a gente vê isso, a região coloca isso. Içara tem um povo trabalhador, gestores comprometidos, tem todo esse emaranhado, toda a região do contorno, temos Serra, mar, rodovia, trilho. Como transformar ideias em soluções, como a gente tira as ideias e coloca no papel para serem executadas? Isso é necessário um planejamento estratégico, não precisa de plano de governo, políticos tem plano de governo. Nós temos planejamento. A candidata do PP poderia dizer como as cidades por onde ela passou deixaram de crescer, por falta de planejamento estratégico. Içara precisa desenvolver a sua vocação, além da agricultura que representa 20% da receita, além do que temos de serviços, a parte da indústria e comércio. Içara descobrindo a sua vocação podemos com substituição tributária, diminuição de INSS, turismo, atrair empresas. A gente consegue desenvolver um plano com o BRDE, estive com o superintendente para entender como buscar recursos. De maneira simples, é desenvolver um plano para atrair empresas que achemos bacanas para Içara", finalizou.

Assista o debate na íntegra no canal da Som Maior no YouTube.