Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Siderópolis "fora de área ou desligada"

Desabafo do prefeito trouxe à tona a agonia dos clientes da Vivo, que reclama de sinal na cidade
Por Fagner Santos Siderópolis, SC, 11/10/2018 - 07:35
Arquivo / A Tribuna
Arquivo / A Tribuna

"Chegou a um ponto insuportável. Quem só usa essa operadora está há 15 dias sem poder conversar no telefone”, comentou o prefeito de Siderópolis, Hélio Roberto Cesa, o Alemão, após publicação de nota de indignação aos serviços da Vivo no Jornal A Tribuna. Está difícil para os moradores da cidade, usuários da operadora, conseguirem completar suas ligações. 

Conforme o prefeito, as chamadas de voz não estão sendo realizadas, enquanto mensagens pelo aplicativo WhatsApp seguem funcionando. O problema, que prejudica a comunicação de Siderópolis com qualquer lugar, estaria sendo causado por “descaso da operadora”, reclama. 

Causou repercussão a nota de A Tribuna. “A nota foi um desabafo, algo que precisávamos fazer para garantir a normalidade dos serviços”, explicou. “O foco é chamar a atenção dos diretores da empresa, para que cuidem do problema, que vem interferindo em negócios e no dia a dia do sideropolitano”, completou Cesa, que evidenciou, também, a vontade de não atingir o trabalhador intermediário e final que utiliza os serviços telefônicos da Vivo para trabalhar ou ainda vendedores da marca. 

Em nota oficial, na tarde desta quarta, a Vivo alegou que identificou um problema nos dois últimos dias e a melhoria deve ser percebida a partir desta quinta-feira, já que funcionários da empresa estiveram empenhados no conserto nas últimas horas.  

Operadoras, as campeãs de queixas no Procon

A cada dez reclamações registradas no Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), de Criciúma, metade são referentes a dificuldades técnicas e contratuais enfrentadas por usuários das operadoras Tim, Oi, Claro e Vivo. De 1º de agosto até esta quarta-feira, foram mais de 600. 

O consumo de créditos não utilizados pelo cliente é o principal motivo para que os criciumenses iniciem movimentação contra as operadoras. “Aquelas mensagens comuns que oferecem pacotes de dados e outros serviços e que acabam sendo cobradas mesmo sem autorização são as campeãs das reclamações”, afirmou o coordenador do Procon, Gustavo Colle. “É uma violação do Código de Defesa do Consumidor, que impede esse tipo de prática abusiva e garante a proteção de quem é lesado pelas operadoras”, complementou. 

Até 95% dos casos resolvidos

Outros casos incluem tentativas falhas de cancelamento de plano por insistência das operadoras em melhorar o plano atual dos clientes, multas abusivas e falta de qualidade nos serviços. “É importante ressaltar que o Procon consegue reverter 100% as multas excessivas e o consumo de créditos inutilizados” afirmou o coordenador. “Nos outros casos, a resolubilidade de 95% que o órgão possui é garantia de que o consumidor poderá evitar práticas abusivas pelas operadoras”, finalizou Colle.