Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Secretário conhece projeto da Jacob Westrup

Conclusão da obra compreende 7,9 quilômetros ainda não pavimentados
Por Bruna Borges Forquilhinha, SC, 16/03/2019 - 09:18
Daniel Búrigo / A Tribuna
Daniel Búrigo / A Tribuna

Considerada uma das pautas mais relevantes não só para os municípios diretamente afetados, como para toda a Região Sul de Santa Catarina, a conclusão da pavimentação da Rodovia Jacob Westrup foi tema de reunião na sexta-feira, em Florianópolis.

O encontro foi realizado no início da tarde, na Secretaria de Estado da Infraestrutura, e contou com a participação do secretário da pasta, Carlos Hassler. O prefeito de Forquilhinha, Dimas Kammer (PP), saiu otimista da reunião. “Foi bem boa a reunião, fomos recebidos pelo secretário Carlos Hassler e foi importante até para nos conhecermos, porque é um governo novo. E foi bem representativo, enchemos a sala”, conta o prefeito.

Kammer não foi sozinho à reunião. Uma comitiva formada pelo vice-prefeito e o presidente da Câmara de Vereadores de Forquilhinha, prefeito e vereadores de Maracajá, prefeito e vereadores de Nova Veneza, o secretário executivo da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), Acélio Casagrande, e chefes de gabinete de deputados federais e estaduais compareceu ao encontro para fortalecer o pedido. 

Parceria dos municípios

O objetivo da audiência foi de apresentar ao secretário a reformulação do projeto para a conclusão da rodovia, que compreende 7,9 quilômetros, sendo que três quilômetros já estão pavimentados. 

Inicialmente, essa segunda etapa da obra custaria R$ 21 milhões, mas a pedido do então secretário de Infraestrutura e atual deputado estadual, Luiz Fernando Vampiro (MDB), as prefeituras de Forquilhinha e Macarajá, por onde passa a rodovia, bancaram uma readequação e chegaram a um novo valor de R$ 12 milhões.

“Ele recebeu o projeto com carinho e ficou de analisar os detalhes com os engenheiros da secretaria. Assim como reformulamos o projeto pelos municípios, também oferecemos ao secretário a parceria de Forquilhinha e Maracajá para a realização da obra, oferecemos realizar toda a parte de aterro”, comenta Kammer.

Governador ciente

Na última segunda-feira, o prefeito de Forquilhinha já havia aproveitado a visita do governador Carlos Moisés (PSL) a Criciúma para entregar a ele um ofício solicitando os recursos para a conclusão da Jacob Westrup.

“O secretário confirmou que o governador comentou com ele sobre ter recebido o nosso ofício e isso é muito importante, mostra o interesse”, declara Kammer. “Ainda não foi batido o martelo, mas a semente está replantada. Para nós é uma pauta já antiga, mas para o governo é tudo novo. Eles disseram que vão avaliar e nos retornar, mas nós já adiantamos que, caso a resposta demore a chegar, nós vamos questionar. Eles afirmaram que nós podemos questioná-los”, relata o prefeito.