Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Roberto Cavalo diz que não voltou para o Tigre devido ao contrato com o Oeste

Treinador faz bom trabalho na equipe paulista e no fim de 2017 foi procurado por Jaime Dal Farra
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 14/04/2018 - 17:52
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Roberto Cavalo é um dos maiores ídolos da história do Criciúma, onde jogou entre 1989 e 1992. Em 2018 por pouco ele não retornou na função de treinador. Esse era o seu desejo e segundo ele também era a vontade do presidente. Cavalo treinou o Tigre em 2007 e entre 2015 e 2016, quando terminou em 8º na Série B.

“Conversamos bastante. Eu gosto de mais do presidente e quero tá sempre ajudando. Tivemos um trabalho muito bom. Teria sim uma chance de voltar se eu não ficasse no Oeste. Existia a minha vontade e a do Jaime. Tivemos um acesso no Paulista, que foi muito difícil. Eu torço muito para que o Criciúma chegue na Série A. Eu tô muito feliz no Oeste”, afirmou.

Para Roberto Cavalo, o Criciúma não é apenas um clube formador, mas também uma vitrine para os jogadores. “Eu digo que todo atleta que passar no Criciúma e tiver a cabeça no lugar ele vai jogar em time grande. É realmente um clube que projeta. Os profissionais que aí passam recebem projeção nacional”, analisou Cavalo.