Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"Reforma da previdência municipal é urgente", afirma presidente da Acic

Segundo Moacir Dagostin se nada for feito, em breve a prefeitura estará pagando uma conta muito alta
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 22/12/2020 - 08:51Atualizado em 22/12/2020 - 08:56
Foto: Vitor Netto / 4oito
Foto: Vitor Netto / 4oito

O presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Moacir Dagostin, fez um balanço do ano em entrevista ao programa Adelor Lessa dessa terça-feira, 22. Para Moacir, mesmo com a pandemia, os setores conseguiram superar os desafios e imprimir um ritmo de crescimento positivo.
"Nossos empresários passaram dificuldades, mas geraram empregos e bons números. No ano que vem temos que trabalhar para a qualificação de mão de obra. Hoje tem muitas vagas no mercado, mas falta profissional preparado", afirma Dagostin.

Moacir também falou que algumas atitudes precisam ser tomadas pelo governo. "Aqui no âmbito municipal a reforma da previdência se faz necessária e é urgente. Se não for feito nada, em quatro anos a prefeitura vai ter que tirar dinheiro do caixa para pagar as aposentadorias. Não há orçamento que aguente isso. Precisa haver uma conscientização."

O presidente da Acic também fez uma análise de como espera que seja o ano que vem para o desenvolvimento econômico da região. "Se for no mesmo ritmo que foi 2020 estaremos satisfeitos. Tivemos ótimos resultados mesmo em meio a pandemia. Também ganhamos o centro de inovação que era uma luta antiga q que vai impulsionar ainda mais nossa economia", encerra Moacir Dagostin.