Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Rafael Henzel analisa o início do Catarinense e expõe falta de datas para a Chapecoense

Narrador acredita que o grande teste para o Verdão do Oeste será na quarta-feira, contra o Criciúma
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 21/01/2018 - 16:27
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O Campeonato Catarinense começou na quarta-feira (17), e como sempre, promete ser disputado. Mantendo a base que conseguiu classificação para a pré-Libertadores, a Chapecoense desponta como principal favorita ao título. Para o narrador Rafael Henzel, o formato da competição será decisivo.

“Tem que ver como será nos pontos corridos, o primeiro pode ficar dez pontos na frente do segundo. Chegar lá na final é uma coisa e ser campeão é completamente diferente”, analisou. Lembrando que as dez equipes jogam em turno e returno, onde as duas que somarem mais pontos disputam a taça.

A Chapecoense venceu o Concórdia, fora de casa, por 1 a 0 e neste domingo (21) enfrenta o Inter de Lages, às 17. “Não desmerecendo o Inter de Lages, mas o grande teste será na quarta-feira (24), contra o Criciúma”, frisou.

Envolvida com a disputa da pré-Libertadores, o calendário indica dois jogos para a Chape no mesmo dia. A 5ª rodada do Catarinense será disputada no dia 31 de janeiro, mesmo dia em que o Verdão do Oeste enfrenta o Nacional (URU), pela competição continental. A Federação Catarinense de Futebol reagendou o jogo, que será contra o Tubarão, para 7 de fevereiro, porém, esta data é a mesma do jogo da volta contra o Nacional.

“A Chapecoense tem dois jogos marcados para o mesmo dia. Na Libertadores contra o Nacional e pelo Catarinense. É o maior produto da federação e eles não sabem o que fazer com o time”, afirmou Henzel.

Caso elimine os uruguaios, a situação volta a se repetir no dia 14 de fevereiro. O jogo marcado é pela 8ª rodada, contra o Figueirense.