Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

PSDB não compactua com “apoio” de FHC à Lula, diz presidente municipal da sigla

Vaguinho reforça busca do partido por construção de uma alternativa que não passe pelas "linhas" do PT
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 24/05/2021 - 08:19 Atualizado em 24/05/2021 - 09:29
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O encontro entre Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, por si só, já seria o suficiente para causar estranheza entre algumas lideranças políticas. No entanto, foi a fala do ex-presidente tucano, que afirmou que votaria no petista em uma eventual disputa contra Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2022, o que causou críticas por parte de membros do PSDB.

Em uma postagem em seu Twitter, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro (PSDB), criticou a posição do ex-presidente, afirmando que é preciso “lutar pela despetização”. O posicionamento foi reforçado pelo presidente da sigla no município, Vagner Espíndola, o Vaguinho.

“Embora o respeitamos [FHC], e tivemos grandes conquistas no tempo em que ele foi presidente, mas hoje essa fala [apoio a Lula contra Bolsonaro] não é aquilo que o PSDB pensa ou compactua”, pontuou.

Vaguinho ressalta anda que o partido tem uma posição muito firme em relação ao assunto, e de que não concorda com a fala de Fernando Henrique. Segundo o presidente municipal do PSDB, o partido trabalha fortemente para construir uma alternativa, que não “passa pelas linhas por onde o Partido dos Trabalhadores estiver”.
 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito