Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Próspera, o campeão das viagens no Catarinense

Contando a tabela de dez rodadas, o Time da Raça terá percorrido 4,9 mil quilômetros por Santa Catarina
Por Redação Criciúma - SC, 20/02/2022 - 15:20 Atualizado em 20/02/2022 - 15:33
Próspera chegando em Jaraguá do Sul / Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior
Próspera chegando em Jaraguá do Sul / Foto: Jota Éder / Timaço / Rádio Som Maior

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O Próspera é conhecido como o Time da Raça. Literalmente, haja raça para lidar com tanta estrada nesse Campeonato Catarinense. Nas 10 primeiras rodadas, somando os trajetos de ida e volta para as partidas já disputadas e as que ainda serão jogadas, o Próspera será o clube que mais terá viajado: 4.907 quilômetros. O que colabora decisivamente para isso é o fato de não ter o seu estádio, o Mário Balsini, que segue passando por troca de gramado e sem condições de uso.

Mesmo com todo o desgaste resultante desses longos deslocamentos (já que o jogo "em casa" do Próspera não é "em casa", nem em Criciúma), o Time da Raça vem fazendo um honroso campeonato e cumprindo o seu objetivo de escapar do rebaixamento.

Como foi jogo a jogo

Para enfrentar o Camboriú em Brusque, no dia 22 de janeiro, foram 536 quilômetros de ida e volta, e na bagagem uma derrota por 1 a 0. Na segunda rodada, apesar do mando de campo contra o Hercílio Luz, o time se deslocou até Florianópolis e percorreu 412 quilômetros com mais um fracasso, revés por 1 a 0. Na terceira rodada o destino foi Itajaí com outro resultado negativo, desta vez diante do Marcílio Dias por 3 a 0 e mais 560 quilômetros percorridos.

Nos jogos de reação, as vitórias contra Chapecoense por 2 a 0 e Avaí, 1 a 0, o Próspera percorreu 134 quilômetros para jogar em Tubarão e 412 quilômetros para atuar na Ressacada.

Cinco dias depois o Próspera viajou até Joinville para o duelo com o Juventus, lanterna da competição. Foram 712 quilômetros para ir e voltar ao Norte do estado, com derrota por 2 a 1. Na sétima rodada o destino novamente foi Florianópolis. Mais 412 quilômetros para encarar o Barra e perder por 2 a 1. A mesma distância foi somada à conta prosperana para a vitória por 2 a 1 da última quarta-feira, 16, contra o Figueirense no Orlando Scarpelli. 

Para o desafio deste domingo, 20, diante do Juventus em Jaraguá do Sul a conta é acrescida de mais 752 quilômetros na ida e volta ao estádio João Marcatto.

Chapecoense na cola

No segundo lugar do ranking da quilometragem é a Chape, viajando 4.484 quilômetros, sendo a maior na segunda rodada para Florianópolis com 1.114 km de ida e volta. O Avaí, por exemplo, percorrerá cerca de 955 quilômetros. O clube é o penúltimo colocado, correndo sérios riscos de descenso.

O ranking dos percursos
(somando até a décima rodada):

1 - Próspera, 4.907 quilômetros
2 - Chapecoense, 4.484 quilômetros
3 - Concórdia, 3.826 quilômetros
4 - Figueirense, 2.891 quilômetros
5 - Brusque, 2.780 quilômetros
6 - Juventus, 2.634 quilômetros
7 - Hercílio Luz, 2.619 quilômetros
8 - Barra, 2.210 quilômetros
9 - Camboriú, 1.542 quilômetros
10 - Marcílio Dias, 1.492 quilômetros
11 - Joinville, 1.250 quilômetros
12 - Avaí, 955 quilômetros

(Texto de Vitor Rizzatti, com supervisão de Denis Luciano)

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito