Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Professores aguardam até sexta-feira solução sobre o Penoa

Profissionais receberam da Gered a posição de que programa deve ser mantido para turmas com mais de 10 alunos
Por Bruna Borges Criciúma, 08/08/2018 - 07:16Atualizado em 08/08/2018 - 09:29

Os professores da região de Criciúma que dão aula no Programa Estadual Novas Oportunidades de Aprendizagem (Penoa) continuaram ontem a mobilização contra o anúncio de cortes recebido por eles na última sexta-feira. Após visitar a sede da Gerência Regional de Educação (Gered) novamente no fim da tarde de ontem, os educadores ficaram mais positivos em relação à situação. 

“A Jucilene, gerente de Educação, nos recebeu e disse que houve um equívoco no sistema que contabiliza o número de alunos e que algumas turmas do Penoa apareciam com apenas um ou dois estudantes, mas isso porque não estava ainda atualizado. E, segundo ela, as turmas com mais de 10 alunos devem ser mantidas até o fim do ano”, afirma a conselheira do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), Janete da Silva. “A única coisa que ela nos pediu foi para esperar porque essa liberação das turmas precisa passar pelo aval da secretária estadual e ela não está em Florianópolis essa semana. Nós decidimos, então, esperar até sexta-feira, que foi a data que ela nos disse que já deve ter uma posição da sede em Florianópolis”, complementa. 

Antes de visitar a Gered, os educadores foram ao fórum de Criciúma e entregaram um documento para as promotorias de Infância e Juventude e Moralidade Pública. 

Penoa mantido

Por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa, a Secretaria Estadual de Educação confirmou que não encerrará o programa, mas que fará ajustes. “A Secretaria de Estado da Educação (SED) informa que o Programa Estadual Novas Oportunidades de Aprendizagem (PENOA) está mantido em todo o Estado, com turmas que tenham no mínimo 16 alunos em sala de aula. Casos excepcionais devem ser encaminhados às Gerências Regionais de Educação e Coordenadoria da Grande Florianópolis para análise e decisão conjunta com a SED”, diz a íntegra da nota.