Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Presidente da Câmara de Araranguá quer proibir abstenção em votações

Projeto deverá ser votado na próxima segunda-feira
Por Paulo Monteiro Araranguá - SC, 19/04/2021 - 12:28 Atualizado em 19/04/2021 - 12:32
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O presidente da Câmara de Vereadores de Araranguá, Diego Pires (PDT), colocará em pauta na Casa um projeto que visa acabar com a possibilidade de abstenção na votação de projetos e vetos. O projeto deverá ser votado na próxima segunda-feira, 26.

Segundo Diego, a ideia da proposta surgiu por conta de alguns acontecimentos na Câmara, em que as abstenções faziam com que projetos não tivessem como ser aprovados - tirando até mesmo das mãos do presidente da Casa a possibilidade de desempate.

“Se uma pauta for 7 a 7, como presidente eu desempate. Mas se der 7 para derrubar e seis para não derrubar e uma abstenção, não tem como dar empate e eu não posso desempatar. Um dos motivos que fazemos esse projeto é a questão que o vereador tem que ter uma posição. Ele tem tempo para analisar o projeto, pode fazer uma emenda e melhorar o texto e ficar de acordo com o que imagina e, se mesmo assim não sentir que é bom, pode votar contrário”, pontuou o vereador.

Diego ressalta que ainda não sabe qual será o posicionamento dos vereadores e do próprio Governo de Araranguá em relação ao projeto, e que certamente será difícil de ser debatido entre os próprios membros da Casa.

“A incoerência na Câmara de Vereadores é o que me deixa mais chateado, porque o vereador tem um tempo hábil para analisar o projeto, aí é aprovada uma proposição por unanimidade para não criar mal estar entre si e muitas vezes não analisa o projeto, aí é aprovado por unanimidade”, afirmou.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito