Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Possíveis aposentadorias irregulares da Câmara serão investigadas

Presidente do Criciumaprev diz que a condição pode caracterizar improbidade administrativa
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 18/11/2019 - 07:57Atualizado em 18/11/2019 - 07:59
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Existe suspeita de irregularidades em algumas aposentadorias na Câmara de Vereadores de Criciúma. Foi realizada uma denúncia e o presidente do Criciumaprev, Darci Antonio Filho, passou a analisar a situação. O caso deverá ser levado ao Poder Judiciário durante a semana e nesta segunda-feira, 18, o presidente da casa, Miri Dagostin (PP) deverá ser acionado.

“Nós recebemos essa denúncia, isso nos veio na sexta-feira. A Câmara não teria competência para realizar esse tipo de aposentadoria”, disse Darci Filho. Os procedimentos da investigação devem ser continuados hoje, o jurídico da Câmara já tem conhecimento.

Conforme o presidente do Criciumaprev, essa condição pode ser considerada como um ato de improbidade administrativa. “São dois casos, em um deles a pessoa foi admitida em uma legislação específica, em outro a pessoa foi contratada, então não poderia haver aposentadoria. Seria preciso mostrar os valores e a data de admissão”, citou.