Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Porto Seco: com orçamento pronto, vereadores querem ajuda do governo do estado

Salésio Lima diz que a construção poderia gerar até 3.900 empregos diretos
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 03/12/2019 - 19:01Atualizado em 03/12/2019 - 19:03
Foto: Divulgação / Câmara de Criciúma
Foto: Divulgação / Câmara de Criciúma

Novos capítulos na novela do Porto Seco. A Comissão de Obras formada na Câmara dos Vereadores pretende marcar uma reunião com o secretário de Infraestrutura do Estado, Carlos Hassler. Nesta terça-feira, 3, o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística do Sul de Santa Catarina (Setransc), Lorisvaldo Piuco, entregou o orçamento para as obras.

“Nós pedimos uma audiência para a semana que vem, queremos o sinal verde para irmos. Nós queremos ver no que o estado pode ser parceiro, para a pavimentação dessas oito ruas, para que possa sair do papel depois de tantos anos”, destacou o vereador Salésio Lima (PSD), durante entrevista ao Ponto Final.

Os estudos começaram a ser realizados depois da audiência pública. “Fala-se de quase 50 empresas, dizem que são 3.900 empregos diretos. Sem contar que é um local muito próximo da Via Rápida, ali tem a estrada de ferro. Vamos convidar toda essa equipe para fazer a entrega. R$ 6 milhões não é muito para o governo do estado”, citou o vereador.

A ideia é pavimentar as ruas próximas ao Porto Seco e também melhorar o acesso à rótula do Anel Viário. “Nós tivemos um encaminhamento na última vez que ele (o secretário) esteve em Criciúma. Ele nos pediu um orçamento, então o Lorisvaldo Piuco nos trouxe e entrou hoje para a comissão, é o orçamento atualizado para irmos entregar ao secretário em Florianópolis”, disse o vereador.