Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Por falta de remédios vereadores de Araranguá aprovam adesão ao Cis-Amrec

Secretário de Saúde esteve na casa e proposta foi aprovada por todos os vereadores do município
Redação
Por Redação Araranguá, SC, 18/02/2021 - 06:30
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Devido a ausência de alguns medicamentos na farmácia básica municipal o Executivo encaminhou na última semana um Projeto de Lei que autorizava a adesão ao Cis-Amrec, porém na última sessão ordinária, a vereadora e líder do governo na Câmara, Lena Périco (MDB), pediu vistas do projeto, sendo assim, a administração municipal encaminhou para a Câmara de Vereadores de Araranguá o PL substitutivo º 001/2021 ao projeto de Lei Ordinário nº 002/2021, este que suprime o inciso XII, o qual tratava sobre a admissão de pessoal e todos os vereadores o aprovaram. 

O projeto deu entrada e levando em consideração a urgência foi colocado em votação. A importância da aprovação imediata foi frisada pelo secretário de Saúde de Araranguá, Henrique Besser, que veio até a casa e a solicitou. Em sua fala, o secretário pontuou que por conta de problemas financeiros no Cis-Amesc - atual consórcio que a cidade está ligada, existe a necessária filiação para a entidade da região carbonífera. “Essa migração é parcial, pois precisamos continuar presentes no Cis-Amesc e Cis-Amrec. O que nos leva pedir essa adesão é a compra de medicamentos e insumos, pois hoje existe uma total inadimplência no Cis-Amesc, que nos impede das aquisições. Uma licitação de forma direta é complicada, já que os fornecedores não possuem interesse por conta da quantidade. Estamos com uma grande carência de medicamentos na nossa farmácia municipal e essa aprovação nos dá segurança e garantia ao atendimento ao cidadão araranguaense”, revelou.

O projeto, segundo o presidente Diego Pires, é de suma importância. “Sabemos da ausência de medicamentos e os vereadores foram coerentes nesta aprovação em caráter emergencial. Esse aval ao prefeito vai de encontro a necessidade de muitas pessoas”, disse.