Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pênalti perdido, gol anulado e seis bolas na rede

Criciúma e CRB empatam por 3 a 3 no Heriberto Hülse
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 10/11/2018 - 18:55Atualizado em 10/11/2018 - 20:47
(foto: Guilherme Hahn)
(foto: Guilherme Hahn)

Com o ingresso a R$ 10, a torcida compareceu em peso ao Heriberto Hülse na ensolarada tarde de sábado (10) e curtiu um jogo que teve de tudo. Com 10 minutos o placar já marcava 2 a 1 para o time carvoeiro. Teve ainda pênalti perdido pelo Criciúma e gol anulado do CRB. A emoção não parou na segunda etapa, com mais três gols. Ao fim do jogo, 3 a 3 no marcador.

Com o resultado o Criciúma continua ameaçado de rebaixamento, assim como adversário do dia. O próximo desafio é contra o Vila Nova, fora de casa.

PRIMEIRO TEMPO

Assim como a temperatura, que marcava 28° nos termômetros, o Criciúma começou quente e abriu o placar logo na primeira chance. Elvis encontrou Marlon Freiras entre os zagueiros, lançou por cima, o volante bateu prensado, a bola voltou em cima dele e foi para o fundo do gol, logo aos 2 minutos.

O Criciúma teve boa chance logo no lance seguinte. Depois foi a vez do CRB ir para cima, Serginho bateu de fora da área, ela pegou em Rafael Costa e ficou limpinha para Willians Santana empatar o jogo. Aos 6 minutos o placar já marcava 1 a 1.

O ritmo continuou intenso. Aos 7 boa chance para o Tigre, defendida por João Carlos. No minuto seguinte o tricolor voltou a ficar na frente do placar, a bola foi alçada na área, Zé Carlos ajeitou bem para Sandro que meio sem jeito venceu o goleiro adversário e garantiu o segundo gol.

Aos 18 outra boa oportunidade, Sueliton cruzou na medida, mas Zé dominou com o braço. Aos 36 o CRB conseguiu o seu segundo gol, com Rafael Costa cabeceando no cantinho, só que o árbitro anulou por falta em Belliato. Ainda no primeiro tempo Zé Carlos perdeu um pênalti.

SEGUNDO TEMPO

Ninguém mudou no intervalo. O CRB chegou com perigo aos 6, em bola cruzada rasteira e confusão na área. Aos 13 os visitantes tiveram outra ótima oportunidade, mandando uma bomba de fora da área.

O Tigre chegou ao terceiro com Eduardo chutando da entrada da área, 3 a 1.

A vantagem tranquila não durou muito, já que aos 19 o CRB marcou, com Willians Santana. Primeiro Leílson, que recém havia entrado mandou uma bomba, Belliato pegou, só que no rebote o atacante adversário mandou para as redes.

E tinha mais gols por vir. Aos 23 o CRB armou um excelente contra-ataque, Alípio cruzou para a área e o zagueiro Jacy Maranhão errou feio e jogou contra o próprio gol, 3 a 3.

Aos 25 e aos 27 o Criciúma por pouco não passou na frente de novo. Primeiro Sandro cabeceou a bola na trave e depois o goleiro fez uma linda defesa em cabeceio de Zé Carlos. O ritmo intenso foi reduzindo nos minutos finais. O árbitro deu 4 de acréscimo, e ficou nisso.

Criciúma

Belliato; Sueliton, Sandro, Jacyq Maranhão e Marlon; Liel, Marlon Freiras (Vitor Feijão), Elvis (Alex Maranhão) e Eduardo; Andrew e Zé Carlos.

CRB

João Carlos; Diogo Mateus, Everton Sena, Anderson Conceição (Leílson) e Paulinho; Claudinei, Seginho, Felipe Menezes e Rafael Carioca; Willians Santana (Lázaro) e Rafael Costa (Alípio).