Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pandemia, desemprego e um novo começo com o café

Conheça a história do professor universitário que se reergueu com a venda dos grãos na região
Por Maira Rabassa Criciúma, SC, 05/01/2022 - 15:18 Atualizado em 05/01/2022 - 15:20
Fotos: Eduarda Salazar/4oito
Fotos: Eduarda Salazar/4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Há 10 anos como professor de Direito em uma faculdade de Criciúma, de repente, uma pandemia. Veio o desemprego e o medo de não ter mais nenhum controle sobre sua vida financeira. É assim que começou a mudança na vida de Nilzo Felisberto. O gosto pelo café e a falta de trabalho foram o start que o mestre em Direito precisou para empreender em um novo negócio. 

Desde março de 2020, no auge da pandemia da Covid, ele resolveu trazer para a região cafés orgânicos das matas de Minas Gerais (100% arábicas). “A cidade estava sitiada, as pessoas não podiam mais ir nas cafeterias. Então vi a oportunidade de levar para as pessoas em casa esse produto de grande qualidade”, relembra Felisberto.

Foi então que nasceu o Primo Grão Café que trabalha exclusivamente com delivery. “Na medida que as pessoas vão consumindo, notam que vale a pena investir no produto. É um café puro, diferente do café que se compra no supermercado. Não tem nenhuma mistura. Esses grãos já são mais adocicados, apropriado para quem gosta de tomar café sem açúcar. A entrega por delivery deu uma arrancada no negócio”, destaca o empreendedor. 

Felisberto também afirma que não tem interesse (por enquanto) em abrir uma loja fixa. “Não tenho interesse em abrir uma loja fixa agora, pois é muito custo. E hoje, com esse novo formato de trabalho, consigo ter mais tempo para a família”. Para quem ficou curioso em saber mais sobre esse café tão saboroso só acessar o Instagram @primograocafe ou ir na Feira de Agricultura Familiar no Balneário Rincão nas quartas-feiras, das 8h às 17h. 
 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito