Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“O vereador tá se achando o Ministro da Primeira Corte”, diz Salvaro sobre Kaminski

Prefeito falou ao programa Adelor Lessa sobre projeto que previa mudanças na administração da Afasc; Em resposta, Kaminski disse que o prefeito está equivocado e precisa respeitar a opinião dos vereadores;
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 28/07/2017 - 09:52Atualizado em 28/07/2017 - 10:03

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB), concedeu entrevista ao programa Adelor Lessa nessa sexta-feira (28). A pauta da entrevista foi o projeto que previa mudanças na estrutura jurídica da Afasc e que foi arquivado em votação que aconteceu na Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores.

Para Salvaro, a arquivamento do projeto é uma afronta. “É bom lembrar que o governo não cederá a pressão política. Eles escolheram mães, idosos e crianças para pressionar o governo”, disse o prefeito.

O prefeito falou ainda sobre a posição de Júlio Kaminski, colega de partido que votou a favor do parecer da Comissão de Constituição e Justiça que previa o arquivamento do projeto.

“Parece que ali na câmara o vereador (Júlio Kaminski) se acha Ministro da Primeira Corte, ele está muito engando, ele e esses outros dez que votaram contra. Ele quer fugir do partido e fica colocando crianças e idosos como desculpa. Quer sair saí. Não fica tentando colocar a sociedade contra o governo. Meu partido não precisa de vereador que usa seu cargo para prejudicar a sociedade”, falou.

 Salvaro explicou que Afasc é mantida com recursos públicos e que para fazer reparos seria necessária a aprovação do projeto. “É um braço da prefeitura, pena que estão usando esse projeto como pressão política”, contou.

Resposta

O vereador Júlio Kaminski, respondeu às acusações de Salvaro. Kaminiski afirmou que o prefeito está equivocado. “Ninguém sabe mais que ninguém. Queremos que o poder público respeite a opinião dos outros, vivemos em uma democracia. E em nenhum momento falei que queria sair do partido e não sairei”, esclareceu.