Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Novo secretário de Agricultura de SC quer levar energia trifásica ao interior do estado

Altair Silva destaca dois grandes desafios que serão trabalhados para melhorar a atividade agrícola catarinense
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Florianópolis - SC, 13/01/2021 - 08:57Atualizado em 13/01/2021 - 08:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O deputado estadual Altair Silva, do Partido Progressista (PP), foi indicado pelo Governo do Estado para assumir o cargo de secretário da Agricultura de Santa Catarina. Profissional e estudioso do setor agrícola, Altair assume uma das principais pastas estaduais com o objetivo de superar dois grandes desafios que impedem que a atividade catarinense ganhe ainda mais expressão, sendo um deles a qualidade de energia nos municípios do interior. 

“Temos dois desafios enormes pela frente. O primeiro é ampliar ou criar um grande programa para levar energia trifásica ao interior, é o principal desafio para que possamos melhorar e ampliar a produtividade agrícola, porque tem uma energia muito deficitária no interior. O outro é em relação a natureza, a recuperação de fontes de água e também o armazenamento de água em superfícies do sol, como um programa de açude”, disse.

Segundo Altair, os açudes são necessários para manter o lençol freático abastecido e os poços artesianos funcionando. Como solução para esse problema, está a ideia de um programa de reservatórios para que as propriedades rurais tenham água o suficiente disponível para o cultivo de aves, suínos e outros segmentos importantes para a agricultura de Santa Catarina.

Setor pouco impactado durante a pandemia

Uma das principais forças econômicas do estado, o setor agrícola acabou sendo pouco impactado pela pandemia de Covid-19. Segundo Altair, a quantidade de exportações vêm crescendo e aumentando a presença de SC no mercado internacional.

“Nós somos líderes nacionais de exportação de aves e suínos e temos um estado sanitário diferenciado que vai reforçar ainda mais a fiscalização das nossas fronteiras com os estados vizinhos. Vamos, sem dúvidas, trabalhar para que  informação e tecnologia estejam cada vez mais presentes dentro das propriedades rurais”, afirmou.

O sul catarinense, inclusive, também está no radar do novo secretário. Segundo Altair, a região possui um grande potencial agrícola, uma boa localização geográfica, por conta da proximidade com o Porto de Imbituba, e deverá ser trabalhada. Para isso, debates deverão ser constantes com os deputados do sul do estado.

“Tenho uma vida profissional dedicada ao campo e vou, na medida do possível, estar com o máximo de tempo a campo, junto com os prefeitos e secretários de Agricultura dos municípios, lideranças da Epagri e articulando ações regionais para fortalecer cada dia mais a agricultura, que é uma grande mola propulsora de geração de emprego”, pontuou.