Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Nomeações no Rincão a partir de janeiro

Por Bruna Borges Balneário Rincão, SC, 06/12/2018 - 07:15
Foto: Daniel Burigo / A Tribuna / Arquivo
Foto: Daniel Burigo / A Tribuna / Arquivo

O primeiro escalão da Prefeitura de Balneário Rincão deve sofrer mudanças a partir de janeiro de 2019. Desde que assumiu seu mandato, no começo de 2017, o prefeito Jairo Custódio (MDB) optou por não nomear secretários. A intenção, com a medida, era diminuir os custos da folha de pagamento. 

“Assim que terminaram as eleições (municipais de 2016), nós conversamos internamente sobre o assunto e neste um ano e 11 meses de mandato eu não tenho nenhum secretário nomeado”, comenta Custódio. 

“Eu sou o secretário de Infraestrutura, o meu vice é o secretário de Saúde, tenho um gestor na Educação, um na Administração. Estamos tocando assim para fazer economia e realizar todas as obras de infraestrutura”, explica o chefe do Poder Executivo.

Entretanto, nomeações de primeiro escalão estão previstas para o seu terceiro ano à frente da Prefeitura. “Agora vamos estudar a partir de janeiro para fazer as nomeações dos secretários. Ainda não tomei as decisões a respeito, mas confirmo que haverá nomeações para pastas”, declara Custódio. 

Entre as novidades já confirmadas está o nome de Lidiane Lessa para a Secretaria de Educação e Assistência Social. Até então, o responsável pela pasta era Adroaldo Faraco. Ele deixa o comando do setor, mas não se afasta da Administração Municipal. “Ele continuará no governo, em outra função. Fez um grande trabalho”, pontua o prefeito a respeito de Faraco. 

Plano Diretor aprovado

Outra novidade que Balneário Rincão terá em 2019 é a implantação do Plano Diretor. O texto foi aprovado pela Câmara de Vereadores e deve ser sancionado pelo prefeito nos próximos dias. “Assim que assumimos a Prefeitura, tomamos como prioridade a construção do Plano Diretor”, relembra Custódio.

“Ainda no ano passado, foram feitas todas as discussões e audiências públicas a respeito. Depois disso, demos seguimento com a discussão e votação na Câmara de Vereadores e agora ele está aprovado. A sanção deve sair na próxima semana”, projeta. 

O Plano Diretor do município define uma série de padrões, inclusive os de construções nas mais diversas áreas da cidade. Nesse sentido, entre as mais importantes decisões que a lei traz está a possibilidade de se construir prédios de até 14 andares na beira-mar. “Antes o limite eram quatro andares”, comenta Custódio.

Além da alteração nas construções verticais, o Plano Diretor também traz mudanças nos tamanhos mínimos dos lotes no Rincão. Essa alteração atrai principalmente investidores interessados em construir condomínios. “Na área Sul, arredores da Barra Velha, já está saindo um (condomínio) e tem projeto para segundo”, adianta o gestor. 

“O resultado é uma economia mais aquecida. Algumas construtoras já estão se preparando para investir ainda mais por aqui”, revela Custódio.