Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Nassif analisa a saída de Newton Drummond: “É triste, é ruim para o Criciúma”

Diretor executivo de futebol ficou menos de dois meses no clube, agora está a caminho do Vasco da Gama
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 24/01/2018 - 14:53Atualizado em 24/01/2018 - 14:58
(foto: arquivo 4oito)
(foto: arquivo 4oito)

Responsável pela reformulação no elenco do Criciúma, Newton Drummond, o Chumbinho, não faz mais parte da equipe. O diretor executivo de futebol aceitou a proposta do Vasco da Gama, após rumores que vinham desde a última semana. Os trabalhos de Drummond na equipe carioca devem iniciar ainda nesta semana.

“É uma situação de dificuldade, não resta dúvida. O Chumbinho veio, havia toda uma aposta no seu trabalho, de que pudesse fazer uma gestão profissional, não só na captação de jogadores, mas também acertar a infraestrutura do clube, toda a gestão nessa área do futebol”, analisou o comentarista João Nassif.

Agora, o Tigre deverá buscar um novo profissional para a função. Outra opção é que Emerson Almeida assuma o cargo. Antes da chegada de Drummond, Almeida afirmou que havia realizado cursos e estava preparado para a função. Para Nassif, a reposição pode ser problemática.

“Quando terminou o Campeonato Brasileiro, o presidente Jaime Dal Farra afirmou que o homem do futebol era o Emerson Almeida, aí uma semana depois ele contratou o Chumbinho. Não levava muita confiança de que o Emerson Almeida poderia dar conta do recado, e eu entendo isso, esse cargo exige experiência. O Emerson sempre circulou ali, ao redor dos diretores executivos, mas nunca teve uma função para tomar frente nos trabalhos”, disse.

Nassif afirmou que o Criciúma deve focar em um projeto a longo prazo. Segundo ele, Drummond não recebia um salário compatível com o que conquistou em sua carreira, incluindo o Mundial de Clubes, pelo Internacional. O comentarista também imaginava que o diretor pudesse deixar uma marca de gestão no clube.

“É absolutamente normal a saída dele, uma questão de mercado. A visibilidade do Vasco é maior, o Vasco tem a Libertadores para jogar. O Chumbinho já demonstrou no Internacional que sabe fazer futebol. É triste, é ruim para o Criciúma”, concluiu Nassif.