Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

"Não foi um erro, foi um ato proposital", afirma presidente do Criciúma sobre lance do pênalti

Anselmo Freitas adiantou que o clube vai entrar com uma representação na CBF
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 28/07/2021 - 08:56Atualizado em 28/07/2021 - 09:47
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Na noite dessa terça-feira, 27, o Criciúma conquistou uma grande vitória diante do Fluminense, pelo jogo de ida das oitavas de final na Copa do Brasil. Mas a partida contou com um fato polêmico. 

Ocorre que o Criciúma vinha vencendo por 2 a 0, quando em um lance o árbitro da partida marcou um pênalti para o Fluminense, lance muito contestado pelos torcedores e pelo clube. "Não tem mais como reverter, o juiz marcou o pênalti, o Fluminense converteu e o Criciúma perdeu a vantagem de dois gols. Isso é um fator importantíssimo nessa fase", afirmou o presidente do Clube, Anselmo Freitas, ao programa Adelor Lessa na manhã desta quarta-feira, 28.

Agora, o Clube vai procurar a Confederação Brasileira de Futebol, para alertar do possível erro. "O que nós vamos fazer é uma representação junto a CBF, junto a comissão de arbitragem, porque não queremos que isso ocorra novamente. Não acreditamos que foi um erro da arbitragem. Na nossa opinião foi um ato proposital e isso nos preocupa muito. O Criciúma não pode ser prejudicado no objetivo de passar para a próxima fase", finalizou. 

O segundo e decisivo jogo entre Criciúma e Fluminense acontece no próximo sábado, 31, às 16h30min no Maracanã.

Confira entrevista com o presidente do Criciúma: