Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Na volta, Arleu promete diálogo entre Executivo e Legislativo

Em seu primeiro discurso na Câmara, vereador reforça papel de defesa do Governo Salvaro
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 07/10/2019 - 17:56Atualizado em 07/10/2019 - 17:59
Divulgação
Divulgação

O ex-secretário Geral de Governo assumiu efetivamente uma cadeira na Câmara de Criciúma nesta segunda-feira, 7. Em seu primeiro discurso, Arleu da Silveira (PSDB) reforçou a missão que assume, de alicerçar a aproximação entre Legislativo e Executivo.

"O governo está seguro de onde está e para onde quer ir. Pegamos uma prefeitura que não tinha prefeitura, com Hospital São José em greve, com o hospital infantil fechado, com o pagamento do lixo atrasado e o lixo nas ruas. Hoje, com mais de mil dias de governo, foram anunciados mais de R$ 130 milhõe sem investimentos, sem contar que o governo já pagou mais de R$ 170 milhões. Isso tudo está no Portal da Transparência", sublinhou.

Arleu exercerá um papel de diálogo com o Paço. "Todos os projetos que o prefeito envia, ele chama os vereadores para explicar, juntamente com a sua equipe técnica. É dessa maneira que o prefeito Clésio nos reforçou hoje, em reunião conosco e com o vereador Aldinei Potelecki, líder do governo. Serão dadas as mesmas condições de continuidade nessa aproximação da prefeitura com a Câmara", realçou o parlamentar. "Estou tranquilo", resumiu. Arleu foi o mais votado na última eleição em Criciúma.

Kaminski comenta

A ida de Arleu para a Câmara foi anunciada na última sexta-feira, 4, pelo prefeito Clésio Salvaro. Em seu lugar, Vágner Espíndola assumiu como secretário de Governo. Com Arleu na Câmara, perdeu assento no Legislativo o suplente Alison Pires (PSDB). "De uma forma abrupta ele acabou extraído, mas devemos lembrar a importância do vereador Alison contribuindo para os debates aqui", disse o vereador Julio Kaminski (PSDB), depois de fazer a saudação ao vereador Arleu.