Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Municípios em alerta: acompanhe os estragos causados pelas chuvas no Sul (FOTOS e VÍDEOS)

Orleans, Tubarão e Forquilhinha decretaram situação de emergência nesta quarta-feira, dia 4. Matéria em atualização
Por Redação Criciúma, SC, 04/05/2022 - 15:09 Atualizado em 04/05/2022 - 18:23
Foto: Drones Sul
Foto: Drones Sul

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Os municípios do Sul de Santa Catarina seguem em alerta constante desde o início das chuvas. Pela manhã e no início da tarde desta quarta-feira, dia 4, lideranças regionais e representantes da Defesa Civil se reuniram para avaliar os riscos em cada cidade. Na região, Tubarão, Orleans e Forquilhinha decretaram estado de emergência. Nas três cidades, o número de ocorrências tem preocupado as autoridades.

Orleans

A situação em Orleans é crítica. O impacto causado pelas chuvas fez que o município declarasse estado de emergência na tarde desta quarta-feira, dia 4. De acordo com o prefeito, Jorge Koch, as aulas estão suspensas até a próxima segunda. "Tomamos essa decisão em decorrência dos deslizamentos de terra em vários locais, interdições em pontes, rodovias e demais acessos às localidades", afirma. 

A decisão foi tomada em reunião entre a administração municipal, Defesa Civil, Polícia Militar, Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) e Corpo de Bombeiros. "Na segunda-feira, a gente volta nesta sala para novas ações. Pedimos cuidado a toda a população, porque realmente o caso em Orleans é gravíssimo, tanto é que nós decretamos estado de emergência em todo o município", finaliza Koch. 

Mais cedo, através das redes sociais, o Líder do Executivo esteve pessoalmente na rua Vereador Arthur Bussolo, no bairro Rio Novo, mostrando o enorme deslizamento de terra que atingiu a localidade. O trecho dá acesso às comunidades de Ponte Preta, Brusque do Sul e Rio Laranjeiras e está interrompido por cerca de 15 dias, até que os reparos sejam feitos. 

Deslizamento de terra no trecho de acesso às comunidades de Ponte Preta, Brusque do Sul e Rio Laranjeiras | Foto: Divulgação 

Na SC-390, em Orleans, sentido a Pedras Grandes, duas quedas de barreiras foram registradas e comprometeram o tráfego de veículos. Segundo o coordenador da Defesa Civil do município, Samuel Segatto, a primeira foi retirada na manhã desta quarta-feira. A outra foi registrada mais tarde, mas o trecho já passou pela remoção dos detritos.”Quem for transitar naquele trecho, como a chuva continua, deve ter bastante atenção", informa.

Tubarão
 
A situação do Rio Tubarão preocupa as autoridades locais, por isso, nesta quarta-feira, a administração municipal declarou situação de emergência e suspendeu as atividades no comércio e de serviços não essenciais desde o meio-dia no município. A decisão busca garantir a segurança da população pelos riscos causados pela chuva. 

No Morro do Formigão, sentido Norte do Estado, na tarde desta quarta-feira, houve um desmoronamento na barreira, que comprometeu o tráfego e gerou um congestionamento de aproximadamente três quilômetros.  Segundo a CCR ViaCosteira, concessionária responsável pelo trecho, as faixas 1 e 2 continuam interditadas para a limpeza e  monitoramento do local e a 3 está liberada. (Atualização 15h50). 

Forquilhinha

Forquilhinha decretou situação de emergência devido às chuvas nesta quarta-feira, dia 4. As equipes estiveram reunidas com o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, para alinhar os encaminhamentos necessários.

A prefeitura colocou toda a estrutura física e pessoal à disposição da Defesa Civil Municipal para auxiliar a população nas ocorrências por causa das chuvas persistentes que caem na região.

Ao todo, 50 famílias foram desalojadas dos bairros Cidade Alta, Nova York e Ouro Negro, devido ao aumento do nível do Rio Sangão. Também são registrados pontos de alagamentos no interior nas comunidades de São Pedro e Barra da Sanga. 

Laguna

No município de Laguna também foram registrados danos em virtude das chuvas. Na manhã desta quarta-feira, dia 4, houve um deslizamento de terra na rua Hilarião Pacheco, região que dá acesso ao Centro e ao Mar Grosso. Um imóvel abandonado desmoronou e atingiu um veículo que estava estacionado na via. Não houve vítimas nesta ocorrência. 

Urussanga

Em Urussanga, a Serrinha de Santana foi interditada na tarde desta quarta-feira, após o registro de quedas de barreiras. Até o momento, não há previsão de que o trecho seja liberado para tráfego. Após o período de chuvas, a localidade será reavaliada pela Defesa Civil, bem como Secretaria de Obras e Infraestrutura, através da administração municipal. 

Serrinha de Santana, em Urussanga, está com o tráfego interrompido | Foto: Divulgação

“O histórico de desmoronamentos sucessivos, coloca em risco a segurança de quem passa pelo local. As barreiras continuam caindo, colocando em risco até quem realiza a limpeza das vias”, explica o Prefeito, Jair Nandi. Afirmação repetida pelo Secretário de Obras, Jucemar Sangaletti, que coordenando a limpeza, acredita que a situação do local é de alto risco. “Colocar a máquina no terreno molhado, só agrava a situação”, garante.

Morro da Fumaça

Na SC-443, entre Morro da Fumaça e Sangão, o trânsito está interrompido. A informação é da Polícia Militar Rodoviária. "Muita água na pista e próximo da ponte havia uma correnteza passando na pistas. Tinha risco de arrastar os carros menores", informa o órgão. 

Trânsito está interrompido na SC-443 | Foto: Polícia Militar Rodoviária

Grão-Pará

Um deslizamento de terra foi registrado no cemitério de Grão-Pará na tarde desta quarta-feira, dia 4. Com o impacto, os carros que estavam estacionados abaixo do muro, na rua ao lado, foram atingidos pelos detritos. 

Cocal do Sul

No momento, a ocorrência de maior gravidade em Cocal do Sul foi registrada na SC-108, próximo da Comunidade de Rio Galo, onde a pista da direita precisou ser bloqueada.

Por decorrência da queda da lateral direita da rodovia, no sentido a Urussanga, a pista precisou ser bloqueada e não há previsão de liberação. Por esse motivo, os motoristas precisam redobrar os cuidados. A guarnição da PMRv esteve no local analisando a situação junto às equipes do Governo Municipal. 

Além dos estragos causados na SC-108, ocasionando alterações no trânsito, a chuva dos últimos dias também provocou sete deslizamentos, porém não há nenhuma vítima e nenhuma família desalojada. As equipes do Governo Municipal, através da Defesa Civil e Secretaria de Infraestrutura, têm feito monitoramentos constantemente, fazendo rondas pela cidade durante o dia e noite. 

“Graças ao trabalho preventivo, realizando a limpeza das bocas de lobos e desassoreamento de rios, por esse motivo não há ninguém desalojado e tudo está sob controle, só houve deslizamento de terra em pontos isolados no interior”, declara Gustavo Périco, que atua nos trabalhos da Defesa Civil do município. 

Também foram rompidas adutoras com as fortes chuvas, porém, o Samae já regularizou o abastecimento de água e a Coopercocal realizou a poda de árvores que estavam correndo o risco de corromper a fiação elétrica.

No sentido a Urussanga, rodovia precisou ser bloqueada | Foto: Divulgação

 

Atenção da BR-101. CCR ViaCosteira informa pontos de alagamentos, acompanhe:

A CCR ViaCosteira informa aos motoristas que utilizam a BR-101 Sul que o tráfego em toda a rodovia (principal) flui normalmente. Porém, é preciso redobrar a atenção nos seguintes pontos da rodovia e suas marginais:

  • Araranguá: BR-101 Km 397+700 Sul e Norte - Alagamento na Marginal, interditada e sinalizada pela concessionária;

      BR-101 Km 404/403 Norte - alagamento na faixa principal; (Local sinalizado pela concessionária, executado o estreitamento (enforcamento)  na rodovia para a segurança do usuário);

  • Tubarão: BR-101 KM 331 Norte - Marginal com alagamento, interditada e sinalizada pela concessionária; (Equipes da concessionária monitorando o local);

       BR-101 KM 336 Norte - Deslizamento de Talude, próximo ao Túnel Formigão. (Faixa 1 e 2 continuam interditadas para a limpeza do local e monitoramento, faixa 3 liberada);

       BR-101 km 334 Norte alagamento na marginal - alça de acesso interditada;

  • Capivari de Baixo: BR 101 km 327 Norte -  alagamento rua marginal (sem bloqueio de pista);
  • Maracajá: BR-101 Km 395 Sul - alagamento na Marginal (sem bloqueio de pista).

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito