Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Movido por desafios e cumprindo palavra na política

Filiação do empresário Anselmo Freitas reuniu lideranças do PSD e de outros partidos em Içara
Denis Luciano
Por Denis Luciano Içara, SC, 04/10/2019 - 16:45Atualizado em 04/10/2019 - 16:53
Fotos: Caio Marcelo / Especial
Fotos: Caio Marcelo / Especial

Do MDB ao PSDB, passando por gente de outros partidos mas com pessedistas em peso. Assim o empresário Anselmo Freitas filiou-se ao PSD em ato na tarde desta sexta-feira, 4, na Câmara de Içara. "Eu sempre tive comigo que a palavra dada não tem preço. Por isso, estou aqui nesse dia", não cansou de dizer. Ele fazia referência a um chamado recebido de lideranças do partido para ingressar na vida pública. Chegou a hora.

O ato reuniu cerca de 150 pessoas, desde o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Julio Garcia (PSD), mais os prefeitos Murialdo Gastaldon (MDB), de Içara, e Clésio Salvaro (PSDB), de Criciúma. Salvaro, aliás, recebeu atenção especial de Anselmo Freitas em seu discurso. "Apesar de diversas oportunidades e ofertas que recebi, aqui estou para cumprir minha palavra de filiação ao PSD. Lembro de uma frase de um livro que ganhei do meu amigo Clésio Salvaro que diz 'por mais difíceis que sejam as negociações devem ser leais e honestas. Dessa forma, ninguém precisará no dia seguinte tentar lembrar qual foi mesmo a sua promessa da véspera'".

Anselmo lembrou a necessidade de empresários e lideranças na sua posição ingressarem na vida pública, para lutar por melhorias que a sociedade requer. "Antes da decisão de filiar ao PSD e entrar na política muitos amigos cobravam o porque de não participar, porque criticar os políticos e não arregaçar as mangas para ajudar. Agora que tomei a decisão, muitos me questionam", apontou. "A nossa vida e a nossa alma não são alimentadas somente pelo dinheiro. Tenho conhecidos que tem tanto dinheiro que são pobres de coração, espírito e de decisão. Vou entrar na política, sim, pois deixa de criticar os políticos e não participar", completou.

Movido por um desafio, Anselmo não mencionou a possibilidade de participar das eleições de 2020 enquanto candidato. "O desafio me move, o desafio me alimenta todos os dias, me sinto inútil quando não tenho metas e objetivos, por isso aceite o convite do PSD. Pretendo sim participar das decisões do nosso município e região, quero participar ativamente como faço na nossa diretoria da Cooperaliança, que é muito unida. Estarei a partir de hoje à disposição do PSD para atender os anseios de nosso cidade. Sempre respeitarei as decisões tomadas pelo colegiado", assegurou. "No PSD o exercício da política tem que ser responsável, transparente, e não comporta conluios, conchavos e sombras", completou.

PSD terá candidato?

Principal liderança com mandato do PSD catarinense, o deputado Julio Garcia enalteceu o ingresso de Anselmo Freitas na sigla. "Estamos comemorando o teu ingresso na vida pública, a tua participação serve de exemplo e inspiração para que outras lideranças que não precisam da política possam, através da política, ajudar", reforçou.

Garcia chegou ao evento sendo questionado se o PSD terá candidato a prefeito em Içara. E caprichou na resposta. "Quem será o candidato do PSD? o candidato do PSD de Içara está definido, vai ser aquele que o diretório municipal escolher", afirmou, encerrando seu discurso sob aplausos.

Empresário na política

O presidente estadual do PSD, deputado Milton Hobus, citou a sua trajetória como exemplo do movimento que faz Anselmo Freitas agora. "Serve para todos nós esse momento de filiação do Anselmo, como um momento de esperança que se multiplica para todos os nossos municípios catarinenses. Eu fiz uma loucura em 2004. Eu era empresário, aceitei o desafio de disputar a prefeitura com o desafio de tirar um prefeito que estava fazendo mal para a cidade. Foi a minha motivação de entrar para a política", contou.

Hobus criticou o momento político brasileiro, mas o usa como motivação para a atuação política. "Vivemos o fundo do poço quando se fala em política partidária no Brasil. E nada mais estimulante que a gente sair do fundo do poço, e só vamos fazer isso com a qualificação dos homens e dos partidos políticos", enalteceu.

Para o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, outra liderança estadual que prestigiou a filiação de Anselmo Freitas, "a política é o meio mais importante e mais efetivo que se tem para fazer com abrangência, com efetividade as transformações que a sociedade pede. Isso na verdade é uma reoxigenação para a caminhada da vida pública", destacou. "Quando alguém com a estatura, a credibilidade do Anselmo ingressa em um partido político, isso é um ganho para a democracia e a política, independente da sigla", emendou Napoleão, que foi candidato a vice-governador em 2018 pelo PSDB e neste ano migrou para o PSD.

O fim do velho

Em uma fala contundente, o ex-governador Raimundo Colombo sublinhou o novo ciclo que o Brasil vive. "Nós vivemos em um momento turbulento, não é uma crise apenas brasileira, mas de vários países. Isso mostra a necessidade da mudança", afirmou.

Derrotado nas urnas como candidato ao Senado em 2018, e com o PSD perdendo o segundo turno da eleição ao governo (à época com Gelson Merísio), contra Carlos Moisés (PSL), Colombo rotulou o pleito passado. "A eleição do ano passado foi um protesto, mas de certa forma ela não foi o novo, foi o fim do velho. O novo nasce na eleição do ano que vem quando a gente vai humanizar a ação política. Mas isso só acontece quando as pessoas descem do pedestal da crítica para uma posição de ação. É isso que o Anselmo está fazendo, emprestando a sua história de vida, o seu talento, a sua liderança para ir para a prática política, não sei se como candidato ou não", ponderou.

Novas lideranças

Para o deputado federal Ricardo Guidi, é importante que a política tenha a capacidade de captar líderes de diversos segmentos. "A política precisa de pessoas com sucesso nas suas áreas de atuação, é importante que essas pessoas venham para a política participar e contribuir com a sociedade. A vinda do Anselmo nos fortalece, não tenho dúvida que o PSD estará na majoritária, temos bons nomes, partido forte, coeso e unido", frisou.

Um dos líderes mais destacados do PSD em Içara, o vereador Alex Michels, ex-presidente da Câmara, relatou a capacidade de desprendimento que a política requer. "Para entrar na vida pública tem que ter muito desprendimento pessoal, tem que saber que a partir dali. Tu é de todos, menos de ti. Tu és de todos, menos da tua família. Tu és de todos, menos das pessoas mais próximas de ti", finalizou.