Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Mosquito do Aedes: Três do sul na lista de municípios infestados

Araranguá, Sombrio e Passo de Torres estão na relação de cidades onde o alerta da Dive é redobrado
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 23/01/2020 - 18:47Atualizado em 23/01/2020 - 18:49
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

A Divisão de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) divulgou um comunicado informando que 97 municípios de Santa Catarina são considerados infestados pelo mosquito aedes aegypti, o causador da dengue. Esse dado representa um incremento de 27% em relação às 76 cidades que se encontravam na mesma condição em igual período de 2019. O sul do estado tem três na lista: Araranguá, Sombrio e Passo de Torres.

Atividades preventivas estão sendo fomentadas. "Se nessas atividades a gente vê que o mosquito permanece ao longo do tempo, a gente diz que há uma infestação pelo mosquito. Infestação é a presença maior do mosquito no município, o que gera uma condição para dengue, febre chikungunya e zika vírus", explica o gerente de Zoonoses da Dive, João Fuck. "O papel da população é fundamental. A melhor forma de prevenção é eliminando locais de proliferação do mosquito. Se não tem o mosquito, a doença não se prolifera", observa. "No caso do aedes, temos que eliminar lugares com água parada, onde o mosquito deposita os ovos", orienta. "O mosquito é pequeno, acessa pequenos espaços, até um furinho da caixa d´água", reitera, citando ainda a preocupação com acúmulo de lixo, sucata e outros detritos. "O mosquito não voa grandes alturas, ele vai voar em média três metros de altura", refere.