Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Ministério Público recebe denúncia contra o prefeito de Treviso

Ação foi protocolada pela Câmara de Vereadores, por supostas irregularidades em licitações
Redação
Por Redação Treviso - SC, 09/12/2019 - 14:59Atualizado em 09/12/2019 - 15:15
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

Depois do afastamento do prefeito de Lauro Müller, quem também será investigado é o prefeito de Treviso, Jaimir Comin (PP) e o secretário de Esporte, Valmir Massiroli. Na tarde desta segunda-feira, 9, o Ministério Público de Santa Catarina (MP/SC) recebeu o processo de investigação envolvendo os dois.

Foi uma solicitação da Câmara de Vereadores, que protocolou no órgão os arquivos da denúncia, com vídeos, áudios e 285 folhas de material impresso. Agora, a 11º Promotoria de Justiça do Ministério Público será responsável pela investigação e deliberações necessárias.

O autor da denúncia, o assessor parlamentar Dalto Venâncio, foi intimado pelo MP para entregar os documentos. Segundo Venâncio, em setembro deste ano, o órgão foi informado sobre o assunto. O Legislativo ressalta que o processo não tem viés partidário.

Sobre a denúncia

No dia 24 de setembro, o assessor parlamentar Dalto Venâncio, protocolou na Câmara uma denúncia envolvendo o prefeito Comin e o secretário Massiroli. Segundo Venâncio, os denunciados infringiram a Lei Federal nº 8.666/93, referente às licitações do município.

A investigação foi realizada pela Comissão Especial de Inquérito (CEI), formada pelos vereadores Luciano Miotelli (MDB), Reginaldo Rizzati (MDB), Ângelo Tasca (PP), Nelson Levati (PP) e Rodrigo Nava (PSB).

O relatório solicitando o arquivamento da investigação, produzido pelo parlamentar Rodrigo Nava, foi rejeitado pela maioria absolta da Casa. A votação foi realizada na última terça-feira, 3. 

Tags: Jaimir Comin