Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Miners Boys Esporte Club: O primeiro time gay de Criciúma

Equipe foi fundada em janeiro e já conta com dez membros, com o objetivo de reduzir o preconceito no esporte
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 12/02/2018 - 13:52Atualizado em 12/02/2018 - 16:19
Presidente do Miners Boys Futebol Clube, Marcelo Eufrasio
Presidente do Miners Boys Futebol Clube, Marcelo Eufrasio

O preconceito no esporte levou a criação do Miners Boys Esporte Club, em Criciúma. O Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, recebeu o presidente da equipe, Marcelo Eufrasio, falando sobre o time, o que enfrentou e competições que a equipe disputa. No fim de 2017, foi criada a Champions Ligay, um campeonato que reúne homossexuais apaixonados por futebol. O torneio é na categoria soçaite, com regras do futebol-7.

"Infelizmente vivemos em um país que os homens gays vivem tabus para entrar em clubes. Por causa desse preconceito criamos a Ligay", afirmou Eufrasio.

Marcelo é acadêmico de Educação Física, e carrega consigo a paixão pelo esporte desde cedo, quando assumiu ser gay enfrentou problemas na escola. “Quando assumi que era gay fui retirado de todas as atividades extracurriculares na escola, eu jogava futsal”, contou.

O Miners Boys, além do futebol, abriu espaço para o vôlei. Segundo o presidente, como é um clube, não deve investir apenas no futebol. Eufrásio acredita que Santa Catarina tenha até seis equipes de futebol gay em pouco tempo. A Ligay tem força nacional e sua primeira edição foi disputada por oito equipes, incluindo o Sereyos FC, de Florianópolis.

“Para participar da Ligay precisa esperar o cadastro, tem uma fila, eles apoiam com a locação de quartos de hotéis. Vai ter agora em Porto Alegre a primeira etapa da Ligay”.

O presidente do Miners já planeja os próximos passos, que inclui jogos contra times de héteros. O objetivo central do clube é reduzir o preconceito e já conta com dez membros.

Confira o programa completo: