Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Justiça retira parcialmente sigilo da “Operação Ordem Urbana”

Operação apura crimes contra o meio ambiente e contra a administração pública em Garopaba e Imbituba
Redação
Por Redação Imbituba, SC, 31/10/2020 - 11:40Atualizado em 31/10/2020 - 11:42
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A pedido do Ministério Público de Santa Catarina, a Justiça retirou parcialmente o sigilo da ‘Operação Ordem Urbana” deflagrada no Litoral Sul Catarinense. A 1ª Promotoria de Justiça da comarca de Garopaba e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) apuram há mais de dois anos a prática de crimes contra o meio ambiente e contra a administração pública envolvendo particulares que atuam, no ramo imobiliário de Garopaba e Imbituba, com agentes públicos em setores-chaves da administração dos dois municípios e em posição de influência política. 

Na quinta-feira, 29, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) cumpriu dois mandados de prisão preventiva e três de afastamento cautelar da função pública durante a segunda fase da Operação. No dia 21 de outubro, o Promotor de Justiça Luis Felippe Fonseca Católico e a Promotora de Justiça Lara Peplau, do Grupo Especial Anticorrupção, protocolaram duas ações penais (sendo a de Imbituba com a participação da Promotora de Justiça Gabriela Arenhart).