Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Julia Zanatta topa ser candidata à Prefeitura de Criciúma

Ela é a responsável pela vinda de Eduardo Bolsonaro a Criciúma, nesta sexta
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 07/11/2019 - 09:24
Foto: Erik Behenck
Foto: Erik Behenck

Filho do presidente Jair e deputado federal, Eduardo Bolsonaro estará em Criciúma nesta sexta-feira, 8. A cidade conta com Daniel Freitas (PSL) e Jessé Lopes (PSL), deputados pelo partido, mas a responsável pela vinda do parlamentar foi outra pessoa: Julia Zanatta, amiga pessoal de Eduardo. A palestra com duração de 40 minutos será a partir das 19h.

“Vai ser importante para ele conversar com as pessoas daqui, com os deputados daqui, praticamente todos que apoiam Bolsonaro estarão presentes”, comentou ela, que é advogada e jornalista. O teatro estará aberto a partir das 17h, com entrada gratuita. “Ele fez uma live no Instagram e anunciou, antes que eu mesma anunciasse”, contou.

Julia é amiga pessoal de Eduardo Bolsonaro, inclusive foi uma das convidadas para o seu casamento. A amizade com a família do presidente vem alçando seu nome como uma das possíveis candidatas à Prefeitura de Criciúma nas eleições de 2020. E ela não nega essa possibilidade.

“Eu não fujo muito das coisas não, que me são apresentadas, se isso for um caminho natural, para ser candidata a prefeita, meu nome fica à disposição”, citou. Julia está no estágio final da gravidez e pretende retomar suas atividades em março. Até lá, ela continua no PSL.

Eleições 2020

Julia sabe que o seu nome é cogitado para a Prefeitura devido a ligação com a família do presidente. “Eu sou filiada ao PSL, por causa do presidente Bolsonaro e por tudo o que eu acredito. Eu queria fazer parte do partido de Jair Bolsonaro. Algumas pessoas se elegeram apenas na onda, então vou analisar o cenário”, citou.

Seu nome já esteve ligado ao PL, citado pelo senador Jorginho Mello. A ideia dela é que Criciúma volte a brilhar. “Eu respeito muito o Clésio Salvaro como prefeito e manteria isso se fosse candidata. Seria uma campanha limpa, com a apresentação de projetos. Eu não vejo problema nenhum em concorrer e perder ou ganhar”, disse.

O governador Carlos Moisés queria Daniel Freitas representando o partido em 2020, mas o deputado não aceitou. Outro nome que surgiu forte é o do deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT), mas com base eleitoral em Forquilhinha.

A posição de Moisés

“Eu fico muito triste com algumas declarações do governador Carlos Moisés, por tentar se distanciar do presidente Bolsonaro, que proporcionou essa eleição a ele e a muitas pessoas que nunca se elegeriam. Eu gostaria que todos andassem para o mesmo lado, com o mesmo barco”, disse.