Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Jorge Koch focado na construção de um parque industrial para Orleans

Prefeito destaca investimento na educação e, também, no setor agrícola do município
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Orleans - SC , 06/01/2021 - 09:58Atualizado em 06/01/2021 - 09:59
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O prefeito reeleito de Orleans, Jorge Koch (MDB) inicia o seu segundo mandato à frente do município com uma meta geral bem definida: dar continuidade aos trabalhos que vinham sendo feitos nos últimos quatro anos. Ainda sim, Koch destaca um foco especial na área da Saúde, por conta da pandemia de Covid-19, e também na construção de um parque industrial para a cidade.

“Nossa prioridade é continuar cuidando da área da Saúde e, depois, vem outros objetivos, focos que tivemos no ano passado e não conseguimos adquirir. Nosso objetivo agora é adquirir uma área industrial, para entregar aos empresários que querem continuar seus trabalhos em Orleans e, muitas vezes, por conta de caros aluguéis, não conseguem continuar suas atividades”, destacou o prefeito.

A construção de um parque industrial em Orleans surge justamente para facilitar a vida dos pequenos empresários que atuam na cidade e que ajudam a movimentar a economia municipal e regional. Koch ressalta que o objetivo não é atrair grandes empresas, por conta da logística complicada do município em termos geográficos, mas ajudar os empresários locais.

“Ficamos um pouco longe da BR-101, então sabemos da dificuldade da nossa logística para grandes empresas. Mas nós contamos com muitos pequenos empresários, com muitas pequenas empresas que possuem bastante funcionários”, pontuou.

A agricultura também é um dos focos e destaques de Orleans. Atualmente um dos municípios de maior arrecadação nesse segmento, Orleans deve continuar com incentivos voltados para os agricultores.

“Queremos continuar fazendo asfalto para o interior, levando internet rural em todas as localidades para que nosso agricultor tenha facilidade na produção, escoamento de seus produtos e que também tenha internet para tirar a nota eletrônica”, declarou.