Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Jessé Lopes explica como será a sua postura na Alesc

Deputado acredita que ficará sem partido caso seja expulso do PSL
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 26/08/2019 - 10:12
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Depois de sofrer ameaça de expulsão do PSL, o deputado estadual Jessé Lopes promete que manterá a mesma postura na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Segundo ele, buscará permanecer no partido e se isso não for possível, ainda não sabe onde irá filiar-se, embora as propostas já estejam chegando.

“Eu tenho orgulho de estar no PSL, é o partido do Bolsonaro. Eu ajudei a construir e quero permanecer, vou lutar para isso. Se eu for expulso, a princípio vou legislar sem partido, não tenho um plano B ainda não”, afirmou. “Oficialmente eu recebi e-mail do PRTB, que é do Levy Fidelix e do General Mourão”, emendou.

Conforme Jessé Lopes, no começo do governo pediu que fossem chamados nomes que ajudaram a chegar até lá, algo negado por Moisés, gerando desconforto no deputado. Assim, preferiu adotar uma postura independente, de acordo com o que pensa e não com o que é orientado pelo PSL. Ainda assim, a relação entre eles é boa.

“Sempre que nos encontramos nos tratamos bem, falamos das pautas importantes. Eu incentivo ele a enviar projetos para cortar gastos, que é a minha bandeira. Para mim ainda não chegou quais foram as denúncias. Escrito e oficialmente para mim ainda não chegou nada”, comentou o deputado.