Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

IPC aponta: Bolsonaro com quase 50% em Criciúma

Presidenciável do PSL tem 47% das intenções, enquanto Haddad tem menos de 10%. Alckmin é o terceiro. Indecisos, brancos e nulos são pouco mais de 23%
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 04/10/2018 - 18:23Atualizado em 04/10/2018 - 18:23

Jair Bolsonaro (PSL) consolidou a sua liderança entre os eleitores de Criciúma em mais uma pesquisa IPC/Rádio Som Maior/Jornal A Tribuna divulgada no fim da tarde desta quinta-feira. Faltando três dias para o primeiro turno da eleição, Bolsonaro tem 47,84% das intenções de voto, aumentando em quase 1% o seu índice anterior, de 17 de setembro.

Fernando Haddad (PT), o segundo colocado, cresceu de 8% para 9,76%, enquanto Geraldo Alckmin (PSDB), o terceiro, passou de 4,16% para 5,28%. Ciro Gomes (PDT) caiu de 4,48% para 4%, sendo agora o quarto em Criciúma. João Amoêdo (Novo), que tinha 4,64%, agora está com 2,72%, mas segue à frente de Marina Silva (Rede), que baixou de 2,88% para 2,24%. Henrique Meirelles (MDB) caiu de 1,76% para 1,6%, e Alvaro Dias (Podemos) teve leve alta, de 1,28% para 1,44%. Os demais não alcançaram 1%. Os que não sabem são 16% e os brancos e nulos totalizam 7,36%.

A pesquisa apurou ainda os votos válidos para a presidência em Criciúma. Bolsonaro alcança 62,42%, enquanto Haddad chega a 12,73% e Alckmin a 6,89%. Ciro aparece com 5,22%, Amoêdo tem 3,55%, Marina com 2,92% e Meirelles, 2,09%. Alvaro tem 1,88% e Cabo Daciolo (Patriota), 1,04%. Abaixo, os índices completos.

A oscilação entre a primeira pesquisa, de 21 de agosto, até esta, a terceira do IPC em Criciúma para este pleito, aponta o crescimento de Bolsonaro, que começou com 34,24%, aumentando 13 pontos. Abaixo, a comparação completa de todos os candidatos nas três pesquisas.

Nas simulações de segundo turno, o melhor desempenho de Bolsonaro é contra Alckmin: 53,92% contra 20,16%.

Contra Ciro Gomes, Bolsonaro tem 53,28% contra 19,36%.

Diante de Haddad, o candidato do PSL alcança 53,76%, e o petista chega a 18,72%.

Foram entrevistados 625 eleitores entre os dias 2 e 3 de outubro. A margem de erro é de 3,9% e o índice de confiança é de 95%. A pesquisa foi protocolada sob o nº BR-01387/2018  e SC-09957/2018, registrada no sistema de registro de pesquisas eleitorais em 28/09/2018 estando apta a divulgação a partir do dia 04/10/2018. Os números completos estarão na edição do jornal A Tribuna desta sexta-feira.