Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui
Eleições 2020

Içara: Dalvânia estável, Alex e Arnaldinho avançam

IPC, Rádio Som Maior e 4oito anunciam os números do novo levantamento apurando as intenções de voto dos içarenses
Denis Luciano
Por Denis Luciano Içara, SC, 15/09/2020 - 07:50Atualizado em 15/09/2020 - 07:51
Arquivo / 4oito
Arquivo / 4oito

Diminuiu consideravelmente, em pouco mais de dois meses, a quantidade de içarenses indecisos em relação à eleição de 15 de novembro. Foi o que apurou a pesquisa do Instituto de Pesquisa Catarinense (IPC), contratada pela Rádio Som Maior e anunciada nesta terça-feira, 15. O levantamento foi aplicado nos dias 13 e 14 junto a 500 eleitores de Içara.

Dois cenários foram propostos, um com seis e outro com três candidatos. Em ambos, o índice de indecisos esteve baixo, oscilando entre 4% e 5,2%. Este cenário modifica-se na pesquisa espontânea, onde pouco mais da metade dos içarenses ouvidos disseram ainda não ter candidato escolhido.

A pesquisa apurou, ainda, uma consolidação dos números de Dalvânia Cardoso (PP), e o crescimento de seus concorrentes mais próximos, Alex Michels (PSD) e Arnaldo Lodetti Júnior (MDB).

Confira também - A primeira pesquisa das eleições 2020 em Içara

A pesquisa IPC em Içara tem margem de erro de 4,3% com nível de confiança de 95%. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número nº SC-03288/2020.

Na espontânea, metade indecisos

Na pesquisa espontânea, na qual o eleitor diz o nome que vem à sua cabeça, os indecisos são 50,2%. Dalvânia Cardos foi citada por 19,4%. Alex Michels teve 13,4%. Arnaldinho Lodetti, 8,2%. Os que dizem não votar em nenhum dos candidatos são 7,2%. Foram citados, ainda, o prefeito Murialdo Gastaldon (0,8%), Dionísio Alano e Eduardo Rocha (0,4% para cada).

Em relação à pesquisa anterior, de 8 de julho, os indecisos diminuíram 6,6%. O voto em Dalvânia aumentou 1,8%, em Alex cresceu 5,6% e em Arnaldinho, 2,8%.

Estimulada com seis candidatos

No primeiro cenário de pesquisa estimulada, com seis candidatos apresentados, Dalvânia alcança 38,2% da preferência, Alex tem 26,2% e Arnaldinho chega a 18,2%. Agenor Bombeiro (PSL) tem 3,8%, Dionísio Alano (PTB) soma 2,2% e Marcos Viscardi (Patriotas) tem 1%. Os indecisos são 4% e os que não votam em nenhum dos candidatos, 6,4%.

A variação entre as pesquisas de julho e setembro aponta Dalvânia crescendo 1,2%, Alex aumentou 7% e Arnaldinho somou 7%. Agenor Bombeiro baixou 2,8% e os nomes de Lauro Nogueira (PT) e Toninho de Mello (PL), que constavam do primeiro levantamento, não apareceram mais, pois estão fora do pleito. O índice de indecisos, nesse cenário, recuou 0,8%.

Estimulada com três candidatos

A segunda estimulada apresentou três candidaturas. Dalvânia Cardoso lidera com 40,4%. Alex Michels tem 28,4% e Arnaldinho Lodetti, 19,2%. São 5,2% de indecisos e 6,8% que não votam em nenhum dos candidatos.

Nessa perspectiva, Dalvânia recuou 0,2%, Alex aumentou 5,4% e Arnaldinho somou 6,6%. Os indecisos diminuíram 10,4%.

Os números da rejeição

A maior rejeição é a de Arnaldinho Lodetti, 18,4%. Dalvânia é rejeitada por 11,2% e 7% não votam em Alex. Dionísio Alano tem 5,8% de rejeição, Marcos Viscardi é rejeitado por 5% dos eleitores e Agenor Bombeiro por 4,6%. Os que não sabem são 13,2% e os que não rejeitam nenhum dos candidatos totalizam 34,8%.

A rejeição de Dalvânia aumentou 2,4%. A de Alex cresceu 3,4% e a de Arnaldinho teve mais 2,8%.