Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Gotuzzo diz que sai da Prefeitura com a consciência leve

Ex-secretário da Fazenda de Criciúma, deixou o cargo nesta quinta-feira
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 15/02/2018 - 19:49Atualizado em 16/02/2018 - 00:31
(foto: Érik Behenck)
(foto: Érik Behenck)

Robson Gotuzzo não é mais secretário da Fazenda de Criciúma. Ele permaneceu um ano no cargo e afirma que entende a decisão de Clésio Salvaro, além de desejar boa sorte ao Governo. Ele chegou a Secretaria da Fazenda com o objetivo de equilibrar as contas da Prefeitura, mas a polêmica com os aumentos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), em meados de janeiro, estremeceu a situação.

“Da nossa parte técnica, o IPTU já é regulamentado por decreto desde 2002. Mas, a parte política, eu não tenho uma carreira política para saber qual o melhor caminho, se era o diálogo. A melhor pessoa para responder isso é o prefeito Salvaro, que tem um longa carreira”, afirmou Gotuzzo.

Em um decreto da Prefeitura, o IPTU chegou a aumentar mais de 300% para algumas pessoas. Salvaro revogou a decisão, mas a polêmica não terminou. “A função de secretário da Fazenda não é uma das mais populares. É uma atribuição, um cargo, que exige medidas que as vezes não são as melhores para os servidores, mas isso nós sempre fizemos e eu saio com a consciência leve, que fiz todos os atos cumprindo a lei”, garantiu.