Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Gasto no Dia das Crianças deve ser mais modesto em Criciúma 

A cidade foi uma das pesquisadas e aponta uma queda de 4,1% no valor do ticket médio
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 07/10/2020 - 14:20Atualizado em 07/10/2020 - 14:28
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma pesquisa feita pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio) em sete grandes cidades catarinenses, inclusive Criciúma, mostrar uma queda de 4,1% na intenção dos gastos dos pais. O ticket médio deve ficar em R$ 182.
"Com a pandemia 88% dos entrevistados disseram estar com mais dificuldades financeiras. Por esse motivo a pesquisa de preço será maior nesse ano e o desembolso menor", afirma Leonardo Regis, analista econômico da Fecomércio.

O levantamento ainda aponta como principal destino de compra os comércios de rua (62,8%) depois vêm os shoppings centers (16,3%). Vendas na internet somam (9,8%) triplicou o número em comparação a 2019.

Ainda segundo a pesquisa apenas 20,6% dos consumidores afirmaram que os pequenos vão acompanhar a compra do presente. Brinquedos (47,3%), roupas (27,4%) e calçado (6,8%) devem ser os itens mais procurados. A maioria (73,1%) pretende fazer pesquisa de preço antes de adquirir o produto.

Em tempos de incertezas econômicas, o preço (29,0%) deve ser determinante na hora da compra, seguindo por promoção (25,7%) e atendimento (18,7%). Os dados apontam que quanto maior o gasto intencionado, maior a importância dada ao atendimento. Já os preços e as promoções são mais relevantes nos gastos menores.

Embora este ano o feriado caia em uma segunda-feira, esticando o fim de semana, 65,8% não pretendem realizar nenhum tipo de passeio na data, seguindo as medidas de isolamento social. Entre aqueles que pretendem fazer alguma programação na data, predominaram as atividades ao ar livre (7,1%) e o almoço/jantar na casa de familiar (6,2%).

A pesquisa foi realizada com 1.121 pessoas, entre os dias 1 e 11 de setembro, nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí.