Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Gaeco desarticula quadrilha que atuava em Içara e Criciúma

Grupo é acusado de sonegação, chegando a mais de R$ 50 milhões
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 15/02/2018 - 15:43Atualizado em 15/02/2018 - 17:53
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (15) a Operação “Polo Norte”, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). O objetivo é desarticular um grupo de empresários do ramo de sorvetes, que sonegavam impostos, podendo superar os R$ 50 milhões.

O Gaeco cumpre seis mandados de busca e apreensão e quatro de prisão. Os mandados, expedidos pelo Juízo da 2ª Vara de Içara, atenderam pedido da 6ª Promotoria de Justiça de Criciúma, com atuação regional na área de combate aos crimes tributários.

As apreensões foram realizadas em Içara, Blumenau e Criciúma. Nas duas primeiras em empresas do ramo de sorvetes, e na terceira, em uma empresa de informática.

As investigações começaram em 2017, por meio de informações entregues ao Ministério Público de Santa Catarina, o núcleo do Gaeco também colaborou. Até aqui, foi apurado que diversas empresas fazem parte do esquema, através do subfaturamento e venda de produtos sem notas fiscais.