Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

“Foram dez dias de muito tênis em Criciúma”

Presidente da Federação Catarinense de Tênis comemora resultados do Banana Bowl
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 24/02/2018 - 11:00Atualizado em 24/02/2018 - 12:27
(foto: divulgação/ Confederação Brasileira de Tênis)
(foto: divulgação/ Confederação Brasileira de Tênis)

Acontece, desde às 9h30 da manhã deste sábado as finais da 48ª Edição do Banana Bowl, nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma. O evento esportivo é um dos maiores do mundo para tenistas jovens e acontece pela segunda vez na cidade.

“Estou muito satisfeito, o público está comparecendo, o tempo tem ajudado. Deu tudo certo. Foram dez dias de muito tênis em Criciúma. Estão todos de parabéns”, comentou Alexandre Faria, presidente da Federação Catarinense de Tênis.

Segundo Faria, ao todo foram em média 713 visitantes de 53 países de diversas partes do mundo. “É um torneio da América Latina, mas isso não significa que só tem tenistas da América Latina, mas sim de todo o mundo”, contou.

Faria revelou que o evento custou em torno de R$ 200 mil. “Esse evento é de nível A. É um evento que precisamos bancar alimentação e hospedagem de atletas e torna isso muito caro. Questão de patrocínio é difícil. As empresas locais ainda tem dificuldade em apoiar. Quem banca é a Federação Catarinense e a Federação Brasileira de Tênis”, revelou.

O presidente da Federação de Tênis explicou ainda que o público tem chamado atenção, principalmente nos fins de semana. “Durante a semana dificulta um pouco, porque os jogos começam às 9h da manhã e vão até o fim da tarde. Mas nos fins de semana estão muito bons. Hoje o clube está lotado. O público é superior ao do ano passado e acho que no ano que vem será maior”, esclareceu.