Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

"Foi uma surpresa", diz secretário de Sombrio sobre fraudes

Cleiton da Rosa afirma que não sabia das irregularidades envolvendo o programa Farmácia Popular, do governo federal
Por Enio Biz Sombrio - SC, 16/05/2022 - 12:08 Atualizado em 16/05/2022 - 12:13
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

O Fantástico, da TV Globo, noticiou neste domingo (15) uma investigação sobre um desvio de dinheiro público do programa Farmácia Popular, do governo federal. Dentre as cidades apuradas está Sombrio, no extremo sul catarinense, onde o proprietário de uma farmácia teria utilizado o nome de uma funcionária para receber cerca de R$ 6 mil mensais provenientes do programa. A funcionária, por sua vez, só tomou conhecimento depois que seu nome apareceu em uma auditoria. 

Em entrevista ao programa Adelor Lessa desta segunda-feira (16), o secretário de saúde de Sombrio, Cleiton da Rosa, ficou surpreso com a notícia. "Foi uma surpresa. Nós da saúde não sabíamos de nada. Eu estava assistindo o Fantástico e vi essa notícia", afirma.

O secretário informou que o Farmácia Popular não passa pelo município por ser um programa do governo federal. "O Farmácia Popular não passa pelo município em nenhum quesito. Creio que as atitudes devam ser tomadas em nível federal até porque não fomos informados em nada. Eu trabalho aqui há 8 anos e aqui não chegou nada, talvez na Vigilância Sanitária chegou alguma informação do caso", informa Cleiton.

Cleiton da Rosa revelou, ainda, que já faz um tempo que a farmácia do município havia sido descredenciada do programa. "O primeiro passo é conversar com a Vigilância Sanitária. Se houve alguma denúncia foi feita lá. Até porque é uma fraude que acontece em todo o Brasil. Eu passei em frente a farmácia hoje, mas faz tempo que eles foram desclassificados do programa", finaliza o secretário de saúde. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito