Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Falta de água no Carmel é pauta na Câmara

Vereadores Dailto Feuser e Júlio Kaminski falaram sobre o assunto
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 02/12/2019 - 17:51Atualizado em 02/12/2019 - 17:52

A falta de água no residencial Carmel, no bairro Mineira Velha, em Criciúma, foi pauta na Câmara de Vereadores. O vereador Dailto Feuser (PSDB) utilizou seu tempo para falar sobre o assunto. “Parece o Nordeste, as pessoas saem dali para tomarem banho”, destacou. Faz 12 dias que a água foi cortada.

Segundo ele, o residencial foi planejado de maneira errada. “Tem que pagar água, condomínio e gás. Ali era de R$ 0 até R$ 1.600,00 e quem ganha zero não consegue pagar nada. Ali tem gente que não tem condições e tem outros com condições que estão se aproveitando”, disse.

O condomínio conta com uma dívida com a Casan de R$ 2,4 milhões. “Eles não vão deixar mais R$ 2 milhões em água e se deixarem somos nós que vamos pagar”, citou Feuser. A companhia de água diz estar aberta a negociação da conta.

O vereador Júlio Kaminski (PSDB), foi outro que utilizou o plenário para tratar do assunto. “Eles tem mostrado bastante sensibilidade em relação a isso. Essa conversa com a Casan nos dá um diferencial. O Projeto Minha Casa Minha Vida veio todo errado, não era para ter prédios, era para ser todo horizontal”, disse.