Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Em jogo de altos e baixos, Tigre é derrotado pela Macaca

Time carvoeiro começou mal, voltou com determinação, mas perdeu por 1 a 0
Por Redação Criciúma - SC, 21/04/2018 - 20:55Atualizado em 21/04/2018 - 21:14
(foto: Caio Marcelo/ Criciúma EC)
(foto: Caio Marcelo/ Criciúma EC)

Em um jogo longe do esperado pela torcida carvoeira, o Tigre perdeu para a Ponte Preta. A partida, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, aconteceu na noite deste sábado no Estádio Heriberto Hulse e terminou em 1 a 0.

O time da casa mostrou um futebol fraco na primeira etapa, deixando a Macaca abrir o placar com gol de Felippe Cardoso. Já na segunda etapa o Tigre começou determinado e fez jogadas importantes, mas sem sucesso.

Segundo jogo, segunda derrota. E com o resultado o Tigre segue sem pontuar na Série B do Brasileiro. O próximo jogo acontece na sexta-feira (27), às 21h30, contra o Coritiba pela terceira rodada da competição nacional. A partida acontece no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Primeiro tempo

O Tigre jogou muito mal no primeiro tempo contra a Ponte Preta. O jogo foi fraco nos primeiros cinco minutos. O time visitante quase abriu o placar aos oito, com Léo Santos, mas Luiz defendeu para o Criciúma.

A Macaca abriu o placar, aos 14 minutos. O primeiro gol da partida feito pelo atacante Felippe Cardoso. O Tigre seguiu enfraquecido.

Aos 33 minutos, Lucas Coelho quase igualou o placar para o time da casa, mas Ivan conseguiu salvar para a Ponte. Já no fim da primeira etapa o Criciúma reagiu e Liel não marcou por pouco.

Segundo tempo

Os carvoeiros voltaram mais determinados na segunda etapa. Logo nos primeiros três minutos, Nicolas cabeceou e quase mandou a bola pro fundo da rede, mas Ivan salvou para a Macaca. Em seguida, foi a vez de Lucas Coelho. A bola passou perto.

Por muito pouco o Tigre não igualou o placar aos 23. Elvis mandou uma bola perigosa e Ivan fez um bloqueio fundamental para garantir a liderança da Ponte Preta. O Criciúma seguiu tentando e aos 34 Alex Maranhão mandou uma bola que mais uma vez passou pertinho do gol de Ivan.

Aos 38 minutos da primeira etapa um lance causou dúvida: Andrew mandou para o gol, Reynaldo salvou, os jogadores do Tigre reclamaram da arbitragem e alegaram que a bola entrou. A partida seguiu assim.

O Tigre pressionou a Macaca nos minutos finais, mas a partida terminou em 1 a 0.

Criciúma

Luiz; Sueliton, Nino, Sandro e Marlon; Liel, Barreto (Jean Mangabeira) (Andrew) e Elvis; Mailson, Nicolas (Alex Maranhão) e Lucas Coelho.

Ponte Preta

Ivan; Igor Vinícius, Léo, Renan Fonseca e Marciel; Nathan, Paulinho (Reynaldo), Tiago Real (Lucas Mineiro) e Orinho; Felippe Cardoso e André Luís (Felipe Saraiva).