Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Eduardo Moreira se manifesta sobre Operação Hemorragia

Ex-governador fez contato com o jornalista Marcelo Lula, do SC Em Pauta
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Florianópolis, SC, 19/01/2021 - 13:39Atualizado em 19/01/2021 - 13:43
Foto: Arquivo/4oito
Foto: Arquivo/4oito

O ex-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira (MDB), foi um dos alvos da Operação Hemorragia, segunda fase da Operação Alcatraz, desencadeada na manhã desta terça-feira, 19. Ao todo, foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva, nove de prisão temporária e 34 mandados de busca e apreensão em Florianópolis, Biguaçu e Xanxerê.

Um dos que teve confirmada a prisão domiciliar é o presidente da Asssembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia (PSD).

Em contato com o jornalista Marcelo Lula, do SC Em Pauta, Eduardo Moreira disse que se encontrava na praia quando recebeu a ligação do delegado da Polícia Federal que comandou a operação. Ele relatou que mexeram em gavetas da sua casa e levaram alguns documentos e seu celular que deve passar por perícia. Questionado sobre qual pode ser a motivação da ação, Moreira respondeu que pode ter sito citado por alguém devido aos anos em que ocupou cargos de vice e governador e se disse tranquilo com relação aos fatos. "Um pouco indignado por não merecer isso, mas estou tranquilo", afirma.