Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Direita Araranguá sem contato com Lucas Esmeraldino e PSL

Grupo de apoio emitiu nota na terça-feira contra o presidente do partido, que estaria afastado
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 09/01/2019 - 08:28Atualizado em 09/01/2019 - 08:34
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Na terça-feira (8) a Direita Araranguá emitiu uma nota contra o presidente do PSL em Santa Catarina, Lucas Esmeraldino. O líder deste grupo, João Cechinel, concedeu entrevista ao Programa Adelor Lessa, explicando o caso. Segundo ele, começou em grupos do WhatsApp, afirmou ainda que a Direita Araranguá milita pela direita, e não somente pelo PSL.

“Teve um representante do partido que foi rebaixado sem conversa. O Lucas começou a ficar muito fechado e não falou com a base, como se o partido fosse dele, não conseguimos o contato com ele. Isso cansa, a Direita Araranguá lutou muito, o PSL foi criado pelo povo, já que não quis conversar a gente veio a público”, comentou Cechinel.

De acordo com a Direita Araranguá, Esmeraldino deveria deixar a presidência do partido e focar na Secretaria de Desenvolvimento Sustentável. Mesmo após a emissão da nota, nada foi feito. “Ninguém entrou em contato, o Lucas não entrou em contato e ninguém a assessoria do PSL”, frisou o líder do grupo.

Confira a entrevista na íntegra: