Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Deputado catarinense justifica voto contra a Reforma da Previdência

Petista Pedro Uczai foi o único da bancada do Estado a votar Não nos dois turnos de votação
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Brasília - DF, 09/08/2019 - 15:16
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

O Deputado Federal Pedro Uczai (PT) foi uma exceção na bancada catarinense na votação da Reforma da Previdência, aprovada em segundo turno na casa legislativa nesta semana. Dos 16 deputados de Santa Catarina, ele foi o único a apresentar voto contrário. Em áudio, o petista justificou a oposição à reforma, que altera regras da aposentadoria no país.

“Como fica para o povo brasileiro, catarinense, trabalhadores e trabalhadoras? O povo vai se aposentar bem, com dignidade? Eu respondo: milhões de brasileiros não vão se aposentar nesse país. 40 anos de carteira assinada dos homens, quem vai conseguir comprovar? Milhões vão se aposentar mal, porque a base de cálculo agora é sobre todo o conjunto de contribuições. Você vai trabalhar mais, contribuir mais e receber menos”, discursou o deputado.

Pedro Uczai é o único deputado federal do Partido dos Trabalhadores eleito em Santa Catarina. Ex-prefeito de Chapecó, foi o terceiro mais votado no Estado, com 115,2 mil votos. Cumpre seu terceiro mandato em Brasília.  “Eles vão economizar mais de 900 bilhões de reais em 10 anos e destes, mais de 800 bilhões vêm de quem ganha 1 a 2 salários mínimos. Vai tirar da pensão por morte e o abono salarial de um salário mínimo por ano de 10 milhões de brasileiros que ganham entre R$ 1,3 mil e R$ 1,9 mil. Essa é a reforma que aprovaram”, atacou o deputado.