Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Criciúma empata com o Marcílio e perde chance de colar no G-4

Time visitante saiu na frente e o Tigre logo empatou. Distância segue de 4 pontos entre as equipes
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 02/03/2019 - 18:53Atualizado em 02/03/2019 - 20:07

No sábado de Carnaval teve jogo pelo Campeonato Catarinense e o Tigre entrou em campo em busca da nota 10. Com pouca criatividade no primeiro tempo, o jogo melhorou na segunda etapa. Em cinco minutos saíram dois gols, um para cada lado e ficou nisso. Melhor para o Marcílio Dias que está 4 pontos na frente.

Com o empate de hoje o Tigre continua na 5ª posição, mas poderá ser ultrapassado por Brusque e Joinville, que jogam amanhã, respectivamente contra Hercílio Luz e Avaí. O Criciúma volta a campo no próximo domingo (10), mais uma vez jogando no Heriberto Hülse, dessa vez contra a Chapecoense.

Primeiro tempo quente só no termômetro

Assim que a bola rolou no Heriberto Hülse o Marcílio Dias foi para cima e chegou bem ao ataque. Aos 4 minutos foi a vez do Criciúma levar perigo com Ceará armando a jogada e Reis não aproveitando o lance. Aos 7 foi a vez de Jean Dias mostrar as suas credenciais, passando para Tardelli que bateu na esquerda, pertinho da trave.

Os primeiros minutos foram de domínio dos visitantes, mais organizados em campo. Aos 16, Daniel Costa arriscou e a bola pegou em Paulinho, desviando do gol. Dois minutos depois, escanteio mal cobrado pelo Tigre, mas a bola ficou com Reis, que passou para Ceará bater para o gol, gerando outro escanteio.

Aos 26 o jogo parou devido ao calor e depois que a bola voltou a rolar as equipes mostraram pouco futebol. Aos 39 uma bola foi atravessada para Léo Rodrigues na direita, mas errou na conclusão. Com dois minutos de acréscimos, o primeiro tempo ficou nisso, poucas chances e 0 a 0 no placar.

Dois gols em cinco minutos

No segundo tempo quem atacou primeiro foi o Marcílio Dias, chegando com Anderson Ligeiro, que entrou driblando pela esquerda e cruzou rasteiro, Luiz pegou. Aos 9 minutos Jean Dias mandou uma pancada da intermediária e o goleiro carvoeiro agarrou firme. Um minuto depois o paredão voltou a trabalhar, mandando de soco para escanteio.

Uma das melhores chances do Criciúma aconteceu aos 15 minutos, quando Reis recebeu livre na área, mas errou o chute e o goleiro ficou com ela. Aos 24 outra boa oportunidade do Tigre, dessa vez Reis aproveitou o rebote e bateu no canto, o goleiro Tom foi lá e defendeu.

Nos minutos seguintes o jogo esquentou. O Marcílio Dias abriu o placar aos 28 minutos com Roni, que havia entrado na segunda etapa, Anderson Ligeiro armou a jogada nas costas de Marlon e cruzou no capricho para Roni, que venceu os zagueiros e mandou para as redes.

Não demorou para o Criciúma reagir. Cinco minutos depois Daniel Costa acertou o pé na cobrança de escanteio e mandou na cabeça de Caíque, que foi lá no alto e venceu o goleiro Tom. Logo na sequência o Tigre tentou a virada, só que Reinaldo acabou perdendo a bola para a zaga adversária.

Nos minutos finais a partida ficou tensa e um festival de cartões começou. Primeiro para Juninho Tardelli, depois Zé Augusto foi expulso ao matar um contra-ataque, Magrão e o reserva Bruno Grassi receberam amarelo, o goleiro por reclamar do banco de reservas. Após cinco de acréscimo, fim de jogo: 1 a 1.

CRICIÚMA

Luiz; Maicon (Carlos Eduardo), Platero, Sandro e Marlon; Zé Augusto, Bruno Consendey (Caíque) e Daniel Costa; Andrew, Reis e Ceará (Reinaldo).

MARCÍLIO DIAS

Tom; Luiz Renan (Léo Rodrigues), Magrão, Wallace e Paulinho; Luanderson, Jonathas, Jean Dias (Welington Melo) e Juinho Tardelli; Sabiá (Roni) e Anderson Ligeiro (Giba).

(Fotos: Caio Marcelo / Criciúma EC)