Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Comissão será criada para debater implantação de serviço aeromédico no Sul

Requerimento do vereador Tita Beloli será colocado em pauta no Legislativo na próxima semana
Por Francine Ferreira Criciúma - SC, 08/11/2018 - 07:35
Serviço Aeropolicial Sul
Serviço Aeropolicial Sul

Após a veiculação no início da semana, pelo jornal A Tribuna, de uma matéria a respeito da implantação do serviço aeromédico do Serviço Aeropolicial (Saer) Sul, que acabaria ficando para avaliação do próximo governador de Santa Catarina a partir de 2019, novas mobilizações começaram a ser discutidas em torno do assunto, em Criciúma. O vereador Tita Beloli decidiu sugerir a criação de uma comissão para debater mais fortemente a questão e irá protocolar um requerimento no Legislativo, na próxima semana, para colocar a ideia em prática.

De acordo com Beloli, a iniciativa visa criar uma comissão com representantes do poder público e do Saer, bem como demais pessoas que tenham interesse em participar, para discutir e viabilizar a implantação do aeromédico no Sul catarinense. “Vamos criar a comissão para tentar avançar nesse pleito”, completa.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, confirma que já houve uma conversa inicial com o vereador e que a ideia é vista com bons olhos pela Administração Municipal. “Nós conversamos, ele vai propor a constituição de uma comissão pra discutir o custo desse aeromédico. A proposta é válida, até porque trata-se de salvar vidas e isso interessa muito, mas é natural que precisemos avaliar os custos”, argumenta.

De forma geral, a comissão ficará responsável por levantar o valor necessário para implantação e manutenção, além de definir a abrangência do aeromédico. “Trata-se de um serviço que vai atender toda uma macrorregião, são aproximadamente 50 municípios que podemos buscar para custear essas despesas. A iniciativa tem o meu apoio e vou me esforçar muito para implantar”, finaliza o prefeito.