Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

CI da Afasc: Câmara quer conhecer todos os contratos de até R$ 30 mil

A informação é de que para valores abaixo disso não é necessário ter um documento assinado
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 02/12/2019 - 16:47Atualizado em 02/12/2019 - 16:51

A Comissão de Inquérito (CI) da Afasc na Câmara de Vereadores de Criciúma ouviu nesta segunda-feira, 2, o diretor executivo da entidade, Adriano Boaroli. O vereador Arleu da Silveira (PSDB) considerou positivas as informações repassadas durante a oitiva. Novos encaminhamentos já foram tomados, visando esclarecer os procedimentos que acontecem na instituição.

“Ele conseguiu responder aos vereadores, com muita tranquilidade, o que chamou atenção foi a falta de contrato, com a empresa. A vereadora Camila já solicitou quais são os contratos abaixo de R$ 30 mil, haja vista a explicação do Adriano, que bastam ter dois orçamentos. É muito prudente que isso seja esclarecedor”, disse o vereador.

A prefeitura indicou o ex-delegado de Polícia Civil, Juarez Medeiros, como controlador da Afasc. A ideia era que ele pudesse identificar todos os procedimentos realizados na instituição. Estará a próxima semana na CI, para falar sobre o que já apurou.

“Semana que vem tem a presença do doutor Juarez Medeiros, que está no controle interno da Afasc, para que tire as dúvidas dos demais vereadores. E a solicitação hoje do Edson Paiol, para que na próxima sessão, venha até aqui a empresa que fez esse contrato verbal com a Afasc, mas isso deve ficar para ano que vem”, concluiu Arleu.

Tags: afasc