Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Carlos Moisés admite privatizar Celesc

Governador se manifestou sobre a situação em seu Facebook
Vitor Netto
Por Vitor Netto Florianópolis - SC, 12/12/2019 - 19:04Atualizado em 12/12/2019 - 22:28
Foto: Secom SC
Foto: Secom SC

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), admitiu nesta quinta-feira, 12, que tem a intenção de privatizar a Celesc. O governador deu a informação no seu Facebook. Após ser indagado quando ele privatizaria a estatal, ele responde “No momento certo. Fazer fora de hora desvaloriza o ativo”. A informação foi dada pela primeira vez pelo colunista da NSC Total, Moacir Pereira. 

Ainda hoje, o Conselho de Administração da Celesc Distribuição esteve reunido para deliberar sobre o projeto do atual presidente, Cleicio Poleto, e do governador, de cancelar a eleição do Diretor Comercial pelos empregados, algo que já vinha sendo realizado há três anos. 

Ainda de acordo com Pereira, a nova diretoria encomendou um parecer na Procuradoria Geral do Estado para anular a eleição de Antônio Linhares, mas essa medida foi rejeitada na última reunião. Já o conselheiro, Leandro Nunes da Silva, contestou o documento e entregou outro parecer em sentido contrário. 

O conselheiro tem a opinião contrária do presidente, Cleicio Poleto. Ele tem publicado boletins contra a intenção de Poleto e enfatizado a legalidade da escolha do Diretor Comercial.