Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Cariocas: a pedra no sapato do Tigre na Copa do Brasil

Em sete confrontos contra equipes do Rio de Janeiro, o Criciúma avançou apenas duas vezes
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma, SC, 26/07/2021 - 17:17Atualizado em 26/07/2021 - 17:18
Tigre foi eliminado pelo Fluminense de Richarlison em 2017 (Foto: Nelson Pérez / Fluminense FC)
Tigre foi eliminado pelo Fluminense de Richarlison em 2017 (Foto: Nelson Pérez / Fluminense FC)

Tradicionalmente, os cariocas são uma pedra no sapato do Tigre na Copa do Brasil. Em 21 edições, o Criciúma cruzou com uma equipe do Rio de Janeiro em sete; são cinco eliminações e apenas duas classificações. Uma delas, no entanto, foi contra o Fluminense, adversário nas oitavas de final deste ano, com a primeira partida marcada para as 19h15 desta terça-feira, 27, no Heriberto Hülse.

O clube das Laranjeiras foi rival do Criciúma em três oportunidades e leva a melhor no confronto; eliminou o Tigre em 1992, nas quartas de final, e em 2017, na terceira fase. Em 1996, nas oitavas de final, o Criciúma levou a melhor.

Em 1992, o Criciúma era o atual campeão da Copa do Brasil. Chegou embalado às quartas de final, depois de eliminar o Atlético Mineiro; contra os cariocas, no entanto, levou a pior nas duas partidas: 2 x 1 nas Laranjeiras e goleada de 3 x 0 no Heriberto Hülse.

A revanche veio em 1996; depois de perder nas Laranjeiras por 2 x 1, o Tigre revertou a parada dentro de casa, com um 3 x 1; na sequência da competição, foi eliminado pelo Grêmio. O último confronto contra o Flu foi em 2017, com empate em 1 x 1 no Majestoso e derrota por 3 x 2 no estádio Edson Passos, em Mesquita.

Além de Fluminense, o Criciúma enfrentou o Vasco na Copa do Brasil em duas ocasiões; caiu fora em ambas: na terceira fase em 2006, com derrotas no Majestoso por 2 x 1 e em São Januário por 1 x 0,  e nas oitavas de final em 2008, com derrota em São Januário por 2 x 0 e empate no Heriberto Hülse em 2 x 2. 2008, aliás, foi a última vez que o Tigre chegou nas oitavas de final da Copa do Brasil. 

Outro carioca algoz do Tigre na competição foi o Botafogo, na segunda fase em 1999. O Criciúma venceu por 2 x 1 no Majestoso, mas perdeu por 2 x 0 no Maracanã. O Fogão avançaria até a final da competição, perdendo o título para o Juventude.

A segunda vez, e última, que o Tigre levou a melhor sobre cariocas na Copa do Brasil foi em 2012. Bateu o Madureira por 2 x 0 na primeira fase, em partida única. 

No Majestoso, foram seis partidas contra cariocas na Copa: duas vitórias, dois empates e duas derrotas. No Maracanã, palco da partida de volta contra o Flu no próximo sábado, foi apenas um jogo: derrota por 2 x 0 contra o Botafogo.

Em solo carioca, o Tigre venceu apenas uma vez, em Madureira; ao todo, são seis derrotas. Os dados foram extraídos do site Meu Time na Rede.