Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Caminhão Você no Azul fica em Criciúma até hoje

Quem não puder visitar, ainda terá a chance de renegociar suas dívidas nas agências
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 08/11/2019 - 08:56Atualizado em 08/11/2019 - 08:59
O vice-presidente de pessoas da Caixa, Roney de Oliveira Granemann / Foto: Erik Behenck
O vice-presidente de pessoas da Caixa, Roney de Oliveira Granemann / Foto: Erik Behenck

Nesta semana o Caminhão Você no Azul, da Caixa Econômica Federal, está em Criciúma. É a oportunidade de liquidar dívidas, com condições especiais para pagamento. O vice-presidente de pessoas da Caixa, Roney de Oliveira Granemann, está na cidade e falou sobre o assunto, segundo ele, quem não conseguiu aproveitar o caminhão, ainda pode resolver sua situação financeira. 

“A gente tem feito isso pelo Brasil todo, a ideia é resgatar a cidadania financeira para essas pessoas que em algum momento tiveram uma dívida que não foi paga. Hoje é o último dia que o caminhão fica na cidade, quem não for até ele, pode continuar procurando nossas 36 unidades aqui no sul de Santa Catarina”, comentou.

O caminhão da adimplência oferece descontos para liquidação de dívidas em até 90% e a redução das taxas de juros nos financiamentos imobiliários, que auxiliam a retomada do crescimento econômico. O superintendente da Caixa no sul catarinense, Everson Negri, disse que a visita do caminhão é interessante para estimular os clientes.

“O caminhão está recebendo ainda os nossos clientes, nem todos eles vão até o caminhão, alguns procuram as agências. De fato, estamos dando bons descontos para que possam liquidar as dívidas que ficaram restantes. É a segunda vez que recebemos o caminhão da adimplência”, citou.

Os números da Caixa

Roney Granemann é o responsável pelo setor de recursos humanos (RH), cuidando dos planos de saúde de todos os empregados da Caixa. Ele não foi nomeado pelo governo, está lá por ter sido aprovado em processos seletivos.

“Nós temos 85 mil colaboradores ativos, espalhados por 4.200 unidades da Caixa em todo o Brasil. Temos esse exército de pessoas. A minha área também faz treinamento para os lotéricos, são mais de 14 mil no Brasil”, disse. “A rede da Caixa tem 27 mil pontos de atendimento”, completou.